Sergipanos e portugueses podem ser parceiros comerciais

0

Encontro ocorreu na sede do Sebrae nesta segunda-feira, 11
Empresários sergipanos poderão em breve contar com novos parceiros na busca pela internacionalização de seus negócios. Nesta segunda-feira, 11, a diretora geral da Associação Industrial de Aveiro (AIDA), um distrito localizado em solo português, Elisabete Rita, participou de uma reunião com representantes de diversos órgãos para discutir a possibilidade de estreitar relações entre os empreendimentos dos dois países. O encontro foi realizado na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae/SE). 

Durante a visita, a diretora apresentou detalhes sobre a região de Aveiro e expôs as áreas que potencialmente são capazes de gerar parcerias. Para os portugueses, interessam realizar negócios nas áreas de metal mecânica, calçados, madeira e cortiça, alimentícia, têxtil, produtos químicos e produtos minerais não metálicos, sobretudo a cerâmica. 

“Hoje, diante da crise econômica, as cerâmicas portuguesas estão funcionando com apenas 40% de sua capacidade instalada. Sabemos que por conta do bom momento vivido pela construção civil brasileira os empresários sergipanos estão com dificuldade para atender aos pedidos. Acredito que esse é uma área capaz de gerar parcerias”, explica Elisabete. 

Visitas 

Para viabilizar os futuros negócios ela visitará durante toda a semana 17 empresas ligadas aos segmentos de interesse dos europeus. A idéia é auxiliar na prospecção das oportunidades oferecidas pelo Estado e servir de roteiro para a missão de empresários ligados à AIDA que estará em Sergipe entre os dias 21 e 24 de maio. 

“Sergipe tem empresas com potencial para fornecer produtos e serviços a qualquer região e necessita de novos parceiros para alavancar seus negócios. Esses encontros serão fundamentais para criar um ambiente de oportunidade para todos”, ressalta o superintendente do Sebrae, Lauro Vasconcelos. 

A reunião desta segunda-feira foi viabilizada durante a participação do Sebrae no Encontro Internacional de Negócios realizado em Fortaleza no ano passado. As discussões foram aprofundadas na missão promovida pela entidade em novembro de 2010 a Cabo Verde, quando oito empresários sergipanos participaram da Feira Internacional na Cidade da Praia – Ilha de Santiago. 

Também participaram do encontro representantes da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise), Federação das Indústrias de Sergipe (Fies), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio) e Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL). 

O Distrito de Aveiro 

A região de Aveiro é composta por 19 municípios e tem sua economia baseada na produção industrial. A região é composta por cerca de 75 mil empreendimentos, 99% deles considerados micro e pequenas empresas. O distrito emprega cerca de 258 mil pessoas e responde por 5,7% do Produto Interno Bruto (PIB) português. Além disso, o local é responsável por 13,7% do volume de exportações do país.

Fonte: Sebrae

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais