Sergipe assina Programa de Desenvolvimento

0

Política de Desenvolvimento é apresentada
Nesta sexta-feira, 21, foi apresentada a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) para Sergipe em uma mesa-redonda entre representantes de empresas privadas, indústrias, órgãos do governo estadual e federal.

Na ocasião do evento realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), o secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana assinou um termo de parceria para a instalação de um Núcleo de Política Industrial em Sergipe.

Metas para o desenvolvimento industrial

O projeto de implantação 

O evento reuniu membros da iniciativa privada, governo estadual e federal
da PDP em Sergipe foi divulgado pelo presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Reginaldo Arcuri. No evento, o presidente afirmou que a PDP pretende impulsionar a indústria sergipana através de metas a serem atingidas até 2010 por todos os estados que estão inseridos no PDP.

Essas metas se resumem na ampliação do investimento com relação ao PIB para 21%, o aumento do gasto privado em pesquisas e desenvolvimento, a maior inserção do Brasil no comércio exterior e o aumento de 10% do número de exportações.

Como atingir essas metas

Na mesa-redonda, foi assinado o termo de parceria entre a ABDI, o Governo do Estado e a Fies para instalação de um Núcleo da Rede Nacional de Agentes da Política Industrial em Sergipe (Renapi/SE).

Reginaldo Arcuri
O Núcleo será o gestor da política industrial em Sergipe. O presidente da Fies, Eduardo Prado Oliveira, afirma que o Núcleo articulará a política industrial em Sergipe. “Ele será a ferramenta de trabalho para um contato próximo entre empresários e a ABDI; irá agilizar a comunicação entre os órgãos de Brasília e as indústrias sergipanas”, diz o presidente da Fies.

De acordo com o presidente da ABDI, o papel do Núcleo é evitar a perda de contato das indústrias e o Programa de Desenvolvimento. “É necessário reagir de forma coordenada e conjunta para manter um ciclo de avanço para enfrentar as prováveis crises”, diz Reginaldo.

Demandas do parque industrial sergipano

O secretário Jorge Santana
O secretário de Estado diz que as indústrias sergipanas têm potencial para um maior crescimento, mas é necessário suprir as demandas necessárias. “Questões como a inovação tecnológica mais competitiva e a qualificação de mão-de-obra qualificada são duas das recentes necessidades do Estado”, diz Jorge.

Para uma maior evolução do parque industrial sergipano, Jorge Santana destaca a importância de parcerias como estas. “Essa discussão reúne instituições privadas e públicas para formular políticas de execução de ações para responder as demandas do setor industrial e estimular o desenvolvimento do Estado”, afirma o secretário.  

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais