Sergipe é divulgado em feira na Argentina

0

Ação para divulgar Sergipe na Argentina vai até terça-feira, 2 (Foto: Ascom/Emsetur)
Começa neste sábado, 30, a Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT 2010), com a participação garantida de Sergipe. Até a próxima terça-feira, 2, o diretor-presidente da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur), José Roberto de Lima, e o assessor especial de Operações da Empresa, Rodrigo Galvão, estarão no evento, em Buenos Aires, na Argentina, para divulgar o Estado.

A ação faz parte de um projeto de retomada da divulgação do Destino Sergipe no mercado argentino. “Temos que fazer isso dentro de um modelo sustentável, pois não queremos criar uma bolha nesse espaço”, explica José Roberto. Ele explica que a participação na feira é apenas o primeiro passo. “É um processo de seis meses que vai começar com a FIT e deve prosseguir até maio de 2011”, informa.

Um plano que surgiu a partir de um convênio firmado entre a Emsetur e o Aracaju Convention & Visitors Bureau, cujo objetivo é a execução de ações promocionais de marketing com o intuito de aumentar a competitividade do Destino Turístico Sergipe no mercado internacional, principalmente no mercado argentino. “A intenção é começar a trazer turistas já em novembro, intensificando no verão”, reforça o diretor-presidente.

Para isso, a Emsetur vai aproveitar a FIT e relançar o Destino Sergipe no país vizinho. “Faremos isso em parceria com a operadora Thesys, que é uma das maiores de Buenos Aires. No interior da Argentina, esta ação será feita em parceria com a BonBini, o maior operador de Córdoba”, revela Rodrigo Galvão.

Curto e médio prazo

Mas a intenção não é apenas aumentar o fluxo de turistas argentinos em 2010, como explica José Roberto. “Na verdade estamos iniciando na Argentina um trabalho com a perspectiva de levarmos para outros países da América Latina, como Chile por exemplo. Tudo visando a Copa de 2014. Ou seja, começa esse ano na Argentina, se amplia em 2011 para América Latina e Europa, a partir de países como Espanha e Portugal”, enumera José Roberto.

Na avaliação do diretor-presidente da Emsetur, é um trabalho imprescindível para fortalecer Sergipe como destino turístico internacional. “É uma ação de seis meses, com perspectivas de curto e médio prazo. Afinal, um destino não se torna conhecido da noite para o dia”, afirma.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais