Sergipe tem o segundo maior crescimento em uso de celular

0

A tendência de crescimento da teledensidade do serviço móvel no País continua em avanço, fechando o semestre com um índice de 56,45. A teledensidade é o indicador utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes. Quando se considera os últimos 12 meses, Sergipe aparece como segundo no país com crescimento de 25,61% no período, perdendo apenas para Bahia que registrou um crescimento de 27,09%.

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Distrito Federal (DF) é a unidade da federação que lidera com larga vantagem a teledensidade móvel brasileira, com um índice de 111,11 – ou seja, 1,11 telefone para cada habitante. No mês de junho deste ano, Sergipe teve o crescimento de 3,41% novas linhas de telefonia móvel.

Pré-pago

Segundo dados da Anatel, de março do ano passado a junho deste ano, o Estado de Sergipe ganhou mais 283.806 novas adesões. Sendo que deste total 241.730 foram pré-pagos e 42.076 pós-pagos. Há cerca de 15 meses, existiam 736.081 telefones celulares habilitados. Em junho de 2007, esse número subiu para 1.019.867.

Em março de 2006, Sergipe possuía 600.606 telefones móveis pré-pagos (mais conhecidos como telefone com cartão) o que correspondia a 81,68% dos celulares no Estado, em junho deste ano esse número subiu para 842.336 o equivalente a 82,59%, um acréscimo de 0,91%.

Já o telefone pós-pago (mais conhecido como celular por linha) apesar do incremento no número de novas linhas que pulou de 135.455 para 177.531, sua participação no mercado sergipano caiu de 18,40% para 17,41%, ou seja, uma queda de 0,99%.

Segundo dados divulgados pela Anatel, das quatro operadores de telefonia celular que atuam em Sergipe, a Vivo é a líder com 493.965 telefones habilitados o que corresponde a 48,43% do mercado; a Claro vem em segundo com 215.619, ou 21,14%; em terceiro aparece a OI com 159.748, o que equivale a 15,66%. A TIM tem 150.535 o que corresponde a 14,76%.

Comentários