Sertão Empreendedor é apresentado durante ENEL

0

Evento reuniu mais de 15 municípios do Semiárido Sergipano (Foto: divulgação)

Foi lançado durante XII Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados o Programa Sertão Empreendedor que tem como objetivo fomentar o desenvolvimento e a sustentabilidade dos empreendimentos rurais no semiárido a partir da difusão de tecnologias adaptadas à realidade da seca. O evento que termina nesta sexta-feira, 7, reuniu representantes de mais de 15 municípios da região do Semiárido sergipano, além de produtores rurais do estado da Paraíba.

O Sertão Empreendedor é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e tem como eixos de atuação a capacitação profissional dos produtores para utilização de tecnologias rurais, a implantação de unidades de referência que abrigarão modelos de mecanismos para reserva de água e de alimentação animal e a disponibilidade de assistência técnica privada para as propriedades beneficiadas.

Segundo o gestor nacional do Programa, Joacir Medeiros, que fez palestra durante o evento, em Sergipe um total de sete municípios da região semiárida serão contemplados na primeira etapa do projeto, na segunda etapa serão mais oito municípios. “Em cada município, 20 produtores rurais serão atendidos pelo Sertão Empreendedor, que receberão formação profissional rural e contarão com um técnico de campo. O pilar fundamental do programa é a mudança de comportamento, porque não adianta ter a tecnologia e ter a água, se o produtor não quiser mudar. O Sertão Empreendedor foi lançado há pouco mais de um ano na Bahia e já está sendo implantando na Paraíba, no Maranhão e agora em Sergipe. Aos poucos vamos avançado, mas o mais importante para nós é desenvolver o programa com firmeza e alcançar os melhores resultados”, defendeu.

O superintendente do Senar de Sergipe, Denio Leite explicou que a duração do programa é de dois anos, período em que 140 produtores sergipanos participarão de formação sobre gestão e empreendedorismo, aprenderão técnicas de captação e conservação hídrica, de produção e conservação de forrageira, além de receberem a assistência técnica mensal. Os municípios que serão atendidos pelo programa aqui em Sergipe ainda serão definidos e, de acordo com Denio, as atividades do Sertão Empreendedor deverão se iniciar no prazo de três meses.

“Temos uma expectativa de que ao final dos dois anos do programa, o produtor tenha um aumento na produtividade e adote pelo menos uma tecnologia de convivência com a seca. Este não é um programa emergencial, mas sim uma ação que tem o intuito de mudar a cabeça do produtor para que ele tenha consciência e condições de sobreviver no semiárido com tecnologias alternativas, atuando, inclusive, como multiplicador”, destacou o superintendente do Senar-SE.

Os primeiros resultados

O produtor rural José Alencar Farias é dono de um empreendimento situado no município de Caturité, no semiárido da Paraíba, e há pouco mais de um ano vem sendo beneficiado com o Sertão Empreendedor. Antes de ser contemplado, José Alencar não enxergava nenhuma alternativa para cultivar a palma que servia de alimentação para o gado, porém, ao longo do ano, as capacitações e o apoio da técnica local reascenderam nele a esperança de retornar com a atividade pecuária.

“Eu tive um prejuízo muito grande com uma praga que acabou com a minha palma, daí eu tinha desistido de criar o gado porque não tinha mais com que dar ração. Mediante o Sertão Empreendedor e graças às orientações da nossa técnica lá na Paraíba, eu consegui plantar a palma com as novas tecnologias de plantio. Fiz vários cursos, inclusive um sobre barragem subterrânea e implementei na minha propriedade. Já estou vendo a palma crescer diferente de antes e a técnica está me  orientando a mineralizar o gado. Posso dizer que estou criando menos animais, mas de uma forma muito melhor do que antes. Eu estou satisfeito, não sei o que vem pela frente, mas estou alegre e feliz da vida”, comemorou.

Expectativa

O secretário de Agricultura do município de Ribeirópolis, Edson Gois, que participou do lançamento do Sertão Empreendedor aprovou a iniciativa e almeja que seu município seja um dos contemplados pelo programa. “A principio essa iniciativa é sensacional quando faz com que o produtor trabalhe com as próprias pernas. O Senar junto com o Sebrae está incentivando e mobilizando o produtor no sentido de que ele seja um participante ativo na prevenção contra seca. Acho que este programa é realmente fantástico. Nós vamos lutar com todos os recursos para que Ribeirópolis seja inserido nele”.

Fonte: Senar Sergipe

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais