Servidores da Emgetis realizam paralisação por reajustes

0

O ato foi realizado em frente a Emgetis (Fotos: Portal Infonet)

Funcionários da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) paralisaram as atividades por duas horas nesta terça-feira, 15, em protesto pela demora na negociação quanto ao reajuste dos servidores.

A mobilização foi realizada em frente a Emgetis para chamar atenção da empresa para a reivindicação da categoria que pede reajuste salarial de 7%, ganho real de 3% e melhoria nas condições de trabalho.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Tecnologia de Informação e Comunicação de Dados de Sergipe (Sinditic), Jairo de Jesus, a pauta de reivindicação foi entregue a direção da empresa no mês de março deste ano. “Encaminhamos a proposta em março, mas até agora não tivemos retorno. São oito meses sem reajuste. Tentamos a um mês instalar um processo de negociação com a Emgetis, mas apenas a 15 dias eles encaminharam a proposta para a Seplag”, diz.

Categoria reivindica reajuste salarial

Caso um posicionamento satisfatório não seja encaminhado à categoria, uma greve não está descartada. “Quando a gente chegou para a direção tentando conversar, ele disse que não tem poder para dar reajuste. Essa é uma paralisação de advertência e se não tivermos uma resposta positiva, os trabalhadores vão realizar uma assembleia para decidir se farão uma greve”, informa Tomé Rodrigues, diretor-tesoureiro do Sinditic.

Emgetis

Segue a nota da Emgetis:

O presidente da Emgetis, Ézio Faro, informou que não obteve um posicionamento do Conselho de Reestruturação e Ajuste Fiscal (Crafi) sobre os reajustes de salário.

*A matéria foi alterada dia 16 ás 11:57 para acréscimo da nota da Emgetis

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais