Servidores públicos paralisam atividades no Ceac

0

Ato aconteceu no CEAC da Rodoviária Nova (Foto: Portal Infonet)

Servidores efetivos que trabalham no Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac) da rodoviária nova realizaram uma paralisação na manhã desta quarta-feira, dia 29.

A paralisação de 48 horas se estende até a próxima quinta-feira, 30, e está sendo encabeçada pelo Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase).

De acordo com o diretor do Sintrase, Diego Araujo, o ato é para cobrar a implementação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) da categoria, aprovado em 2014.

“Essa paralisação foram deflagrada pelos servidores por unanimidade. Pleiteamos que o governador Jackson pare de fazer de conta que está cortando as despesas e pague o plano porque ele vem implementando com a LRF [Lei de Responsabilidade Fiscal] e o estado naquele momento se comprometeu que faria o dever de casa, cortaria os gastos e pagaria o plano assim que desenquadrasse. O que a gente percebe é que quase um ano depois não há nada muito prático do governo no sentido de cortar os gastos”.

Por conta da paralisação, os atendimentos estão prejudicados. A orientação do Sindicato é para que a população evite se deslocar à unidade esta semana. “Aqui no Ceac está parado o serviço na Secretaria de Segurança Pública, Nat e Ipes porque são núcleos onde tem servidores efetivos. Às vezes você vai chegar e vai encontrar um serviço ou outro funcionando porque tem o servidores próprios ou contratados, mas onde há servidores efetivos os serviços estão paralisados. Quem vier procurar esses serviços não vai encontrar e aconselho que só venha a partir da próxima segunda-feira [4]”, afirma Diego.

Para o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil em Sergipe (CTB/SE), Edival Goes, a implementação irá acarretar um melhor atendimento à população. "Esse é um sindicato importante e por isso a CTB vem aqui prestar esse apoio. Esperamos que o governador agilize a questão do PCCV porque com essa implementação irá melhorar o serviço para a população que precisa do atendimento", afirma

Estado

A assessoria de comunicação da Seplag já havia informado ao Portal que “O Estado está tomando todas as medidas possíveis para a redução de despesas e assim, possa concretizar o quanto antes os ganhos financeiros dos servidores com o PCCV. Haja vista, a saída do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal", informa a assessoria da Seplag.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais