Sindicalista critica turismo de Sergipe

0

William Roberto: "Rede hoteleira está no fio da navalha"

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria em Terra e Mar, Restaurantes e Similares de Aracaju (Sindhotre), William Roberto Cardoso Arditti reuniu a imprensa na manhã desta quinta-feira, 2 para lamentar a falta de investimentos no setor de Turismo em Sergipe. Ao lamentar o fechamento do  Hotel Dioro na Barra dos Coqueiros, ele disse que a preocupação do sindicato é ainda com a demissão dos trabalhadores diretos e indiretos que exerciam atividades no resort.

O diretor administrativo da Secretaria de Estado de Turismo, André Carvalho, garantiu que existem investimentos no setor e que o Estado de Sergipe está sendo divulgado.

“A nossa preocupação com o turismo é justamente porque: onde já se viu um país acabar com o Ministério do Turismo e um Governo extinguir uma secretaria tão importante como aconteceu aqui em Sergipe há três anos? Para se ter uma ideia, a média de ocupação do Nordeste é de 79% e com peso significativo no Produto Interno Bruto (PIB) regional, o Dioro encerra as suas atividades com média de 28% de ocupação. A rede hoteleira de Aracaju está no fio da navalha, com índice de ocupação ao redor de 36%, a menor entre as capitais brasileiras. Nossos restaurantes vivem às moscas”, lamenta William Roberto.

André Carvalho: "Rede hoteleira de Sergipe é a mais moderna do país" (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O presidente do Sindhotre disse ainda não se explicar a falta de exploração das riquezas naturais e culturais existentes no estado. “Como se explica se ter uma cidade como São Cristóvão e os museus e espaços culturais não funcionarem aos finais de semana e feriados e a Orla mais bonita do país estar abandonada? Em Olinda (Pernambuco), por exemplo, qualquer guia turístico, mesmo que tenha 15, 16 anos, fala pelo menos mais uma língua”, reclama acrescentando que em qualquer cidade do mundo, Xingó é ‘o óasis do sertão’.

“Nos outros estados, existem os chamados voos chaters, aqui, os taxistas trocam tapas em pleno Aeroporto de Aracaju. Eu viajo por todo esse país e nunca vi um folder de Sergipe, até a Paraíba está um mundo na frente de Sergipe. Temos maravilhas aqui, nunca vi uma cidade tão limpa como Aracaju, mas não existe divulgação lá fora. Como podem pensar em Copa do Mundo e Olimpíadas? Ano passado foi o ano da Segurança Pública, este ano é o da Saúde, segundo o Governo e quando será o ano do Turismo?”, desabafa.

Contraponto

Na Secretaria de Turismo, os números divulgados não batem com o que foi anunciado na coletiva desta quinta-feira, 2. “A ocupação média em Sergipe é de 62% e a média nacional é de 60%. Quantas vezes os sergipanos assistem reportagens em feriadões dando conta de que a ocupação dos hotéis é de 100%? Segundo o Ministério do Turismo, a rede hoteleira de Sergipe é a mais moderna do país e quanto aos museus, existe uma regra, em qualquer lugar do mundo, fecham as portas aos domingos”, afirma o diretor Administrativo da Secretaria de Estado do Turismo, André Carvalho.

De acordo com ele, a Orla de Atalaia não está abandonada. “O secretário Elber Batalha Filho está organizando a Orla. As barraquinhas que vendem coco estavam colocando os chamados puxadinhos, mas já foram notificadas e todos os 21 quiosques devem atender ao projeto proposto. O secretário está organizando a Passarela do Artesanato”, informa.

Voos

Andre Carvalho disse ainda que a partir de 22 de junho, haverá um vôo direto Aracaju/Barsília, das 7h com retorno à meia-noite, mais quatro voos novos da Gol para Brasília e São Paulo às 15h47 com retorno à meia noite e 15 minutos. “A previsão é de mais dez novos voos. Teremos o da Trip para Belo Horizinte às 9h”, destaca acrescentando que as praias são consideradas das mais limpas.

Divulgação

Quanto a divulgação, André Carvalho afirmou que existem três projetos de divulgação do Estado de Sergipe. “Recentemente nós visitamos oito cidades. Fomos para São Paulo duas vezes, para Curitiba, Feira de Santana, Salvador, Natal, João Pessoa, Recife e Maceió. Participamos das feiras da BNTM quando divulgamos e fazemos contatos com operadoras de outros estados, sem contar com o Plano de Marketing com o Governo do Estado investindo R$ 1 milhão e meio de maio a junho e sem contar com matérias divulgando o São João, em jornais como ‘O Comércio de Pernambuco’, o Estado de São Paulo, Revista Veja, revista de bordo da Avianca e da TAM”, enfatiza.

Investimentos

André Carvalho informou ainda que o secretário de Turismo, Elber Filho está lançando o projeto Barco do Forró que atrairá turistas no período dos festejos juninos, já assinou ordem de serviço para a reforma do Restaurante Cacique Chá e está investindo na construção de Resort no Mosqueiro.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais