SRT registra em SE 1.450 casos de acidentes de trabalho

0
Palestra sobre prevenção de acidentes de trabalho encerra ações do Abril Verde na SRT de Sergipe (Fotos: Portal Infonet)

 Superintendente da SRT/SE, Celuta Cruz Moraes Krauss

Em Sergipe foram registrados 1.450 casos típicos de acidentes de trabalho e 520 casos de acidentes de trajeto (quando a pessoa se desloca de casa para o trabalho), além de duas mortes, somente no ano passado. As informações são da Superintendência Regional do Trabalho (SRT), que encerra nesta quinta-feira, 27, as ações do Abril Verde, mês dedicado a campanhas relativas ao combate e prevenção de acidentes do trabalho.

Segundo a superintendente da SRT, Celuta Cruz Moraes Krauss, são preocupantes os elevados índices de acidente de trabalho. Por isso o Ministério do Trabalho vem ao longo desse mês fazendo a campanha do Abril Verde em parceria com outras instituições. As ações da campanha têm como principal foco conscientizar sobre a importância da prevenção dos acidentes.

"Hoje estamos encerrando com uma palestra sobre as normas regulamentadoras, especificamente o NR 12, que são de máquinas e equipamentos, e o NR 18, que é voltado para a construção civil. E também estamos debatendo sobre enbargos e interdições", informa, ao ressaltar que em todo país, somente no ano passado foram registrados mais de 700 mil casos de acidentes de trabalho e mais de 2.700 mortes.

"Isso representa um custo de R$ 2 bilhões em cima do PIB [Produto Interno Bruto] de todo Brasil. E o que a gente qur é conscientizar para a importância da prevenção, porque essa é a ação mais eficaz. Gera um impacto muito positivo, pois não é só a utilização dos EPIs, mas são medidas coletivas para detectar e eliminar os riscos, tendo o trabalhador como agente. Por isso a importância desse momento", afirma Celuta Krauss. 

Por Moema Lopes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais