Terceirizados da Petrobras fazem ato por salários atrasados

0
Alguns funcionários fecharam a porta da sede da Petrobras em Carmópolis (foto: Sindipetro)

Os trabalhadores de uma empresa terceirizada fizeram ato em frente a base da Petrobras no município de Carmópolis por causa do atraso salarial do mês de outubro. De acordo com o Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos, Químicos e Plásticos nos Estados de Alagoas e Sergipe (Sindipetro), a empresa possui contrato de dois anos para o serviço de reparação e manutenção dos oleodutos

“São mais de cem funcionários sem receber o salário de outubro e agora o mês de novembro. Pelo que soube a gerência da Petrobras recebeu um grupo dos trabalhadores para ouvir as reclamações e informar o que todos já sabem, que a gerência do ativo não fica no Estado”, diz o assessor do Sindipetro, José de Assis Filho.

O Sindicalista acrescenta que existe irregularidade da empresa com a Petrobras e que apesar do repasse ter sido feito está bloqueado.

A reportagem do Portal Infonet tentou contato com o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Montagem, Manutenção e Prestação de Serviços (Sindimont) que estava à frente da manifestação e também da Petrobras para saber mais informações, mas não obteve êxito. A reportagem permanece à disposição do Sindicato e da Petrobras caso queiram se manifestar através do (79) 2106-8000 ou pelo e-mail: jornalismo@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais