Veja como planejar o pagamento do IPVA e do IPTU

0
Poupar é a melhor solução para conseguir fazer o planejamento anual e pagar as contas em dia (Imagem: Infonet)

O planejamento anual pode ser a solução para que impostos não atrapalhem a vida financeira da família. O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) são gastos obrigatórios, com juros e multas altas que podem refletir negativamente no orçamento mensal familiar.

Como não se pode fugir do pagamento, a melhor solução será fazer um planejamento anual. Essa é a sugestão do economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese), Luis Moura, que lembra que as datas dessas taxas ainda podem chocar com período de gastos com matrícula e material escolar, entre outros.

“A programação dessa dívida precisa estar dentro da lógica de endividamento, que não pode passar dos 35% do seu salário. Nesse percentual também devem estar financiamento de carro, taxa de seguro, mensalidade IPVA, IPTU, gasolina, entre outros. Se não for assim, o indivíduo corre o risco de se endividar, porque o total desses gastos é maior do que ele pode pagar”, explica Luis, acrescentando que em alguns casos pode ser interessante desistir de obter um carro.

Reserva

Ter reserva financeira favorece o pagamento à vista de taxas como essas, resultando em um desconto. Essa “poupança” evita também endividamento e ajuda na segurança financeira da família. Com planejamento, é possível fazer esta reserva para usar em necessidades inesperadas, investimentos e/ou viagens.

“A melhor forma de iniciar essa reserva é separando mês a mês 10% do seu salário. No final dos doze meses você terá 120%. De início se pode deixar na caderneta de poupança, mas depois que conseguir um volume pode aplicar em ações, tesouro direto, trocar por dólar ou em outro investimento mais proveitoso que seu banco lhe ofereça”, explica.

Por Raquel Almeida 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais