Venda de combustíveis em Sergipe cresceu 11,1%, em dezembro

0
(Foto: Ascom Semdec)

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), indicou que as vendas totais de combustíveis em Sergipe, em dezembro deste ano, somaram aproximadamente 72,7 milhões de litros, assinalando aumento de 1,1% quando comparado a dezembro de 2019. Em relação ao mês imediatamente anterior, novembro último, as vendas cresceram 11,1%.

No acumulado do ano (janeiro a dezembro de 2020), a comercialização de combustíveis totalizou mais de 717,7 milhões de litros. Quando comparado ao ano anterior, notou-se redução de 6,9% nas vendas.

As vendas totais de combustíveis – objeto da análise – englobam as vendas, em litros, de gasolina, etanol hidratado, óleo diesel e querosene de aviação.

Combustíveis comercializados em dezembro/2020 

 No mês analisado, observou-se que foram vendidos 37,1 milhões de litros de gasolina. Em termos relativos, esse destilado do petróleo registrou aumento de 13,5% nas vendas em relação a dezembro de 2019. Em relação a novembro último, o acréscimo assinalado também foi de 13,5%.

No tocante ao óleo diesel, foram comercializados 29,5 milhões de litros. Em termos comparativos, verificou-se crescimento de 5,8%, em relação ao mês imediatamente anterior, novembro de 2020. Na comparação com dezembro do ano passado, assinalou aumento de 6,4%.

Para o etanol hidratado, notou-se redução de 50,9% nas vendas em comparação com dezembro de 2019. Já em relação ao mês anterior, observou-se acréscimo de 23,9%. Em termos de volume, as vendas alcançaram 4,4 milhões de litros, no mês analisado.

O querosene de aviação, combustível utilizado pelas aeronaves, assinalou aumento de 26,8%, em relação ao mês imediatamente anterior (novembro/2020). Em dezembro, o volume total de vendas somou aproximadamente 1,7 milhão de litros. No confronto com dezembro do ano passado, registrou queda de 32,6%.

Fonte: Fies

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais