Vendas do comércio sergipano assinalaram redução de 5,9% em março

0
No comparativo com março do ano passado, observou-se aumento de 23,1%.

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, apontou que as vendas do comércio varejista ampliado sergipano, em março deste ano, assinalaram redução de 5,9%, em relação ao mês imediatamente anterior (fevereiro/2021), na série com ajuste sazonal (método que uniformiza os períodos de comparação). No comparativo com março do ano passado, observou-se aumento de 23,1%.

As vendas e a receita nominal do comércio varejista ampliado abrangem as atividades do varejo restrito, as vendas de material de construção e o comércio de veículos, motos, partes e peças.

Em relação à receita nominal do comércio ampliado, verificou-se recuo de 4,6%, na comparação com o mês antecedente, fevereiro último, na série ajustada. Já na comparação com março de 2020, registrou-se alta de 32,2%.

Desempenho do varejo restrito em março/2021

As vendas do comércio restrito registraram decrescimento de 3,1% na comparação com o mês anterior, fevereiro último, na série com ajuste sazonal. Já a receita nominal do comércio varejista restrito assinalou recuo de 1,4% na mesma comparação.

No comparativo com março de 2020, as vendas do comércio restrito assinalaram aumento de 4,3%, enquanto a receita nominal teve crescimento de 16,3%.

Fonte: NIE/FIES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais