Alunos aguardam reforma do Carvalho Neto

0

Escola passará por reforma, segundo diz a Semed (Fotos: Portal Infonet)

Alunos da Escola Municipal Dr. Carvalho Neto, situado no bairro Novo Paraíso estão sem estudar na unidade. O motivo: é a precária situação em que se encontra a escola e que não oferece condições aos alunos.

Por conta da situação, as aulas do Carvalho Neto foram transferidas para a sede do antigo Colégio Militar, à Rua Boquim, no centro comercial da cidade, que está alugado para a SEMED.

Desde o início do ano, os alunos aguardam a tão sonhada reforma da unidade. Ivanildo de Souza Silva, 8ª série, reside em frente à escola. “A escola está fechada desde o semestre passado porque não tem condições dos alunos estudar. A quadra está enferrujada, tem rachaduras nas paredes, banheiros pichados e quebrados”, afirma.

Quadra

Ivanildo diz que escola está fechada desde o semestre passado

Quadra foi interditada 

Por conta da falta de estrutura, a quadra da escola teve que ser interditada para evitar possíveis desabamentos. No local é possível perceber que a tela de proteção da quadra encontra-se em precárias condições.

Segundo o representante dos alunos, Igor David Santos, as mães e os próprios alunos aguardam o imediato início da reforma. “Logo após serem transferidos, a secretaria informou que a reforma ia acontecer, mas até agora nada. A quadra está interditada por mais de cinco anos por ordem da Defesa Civil. Os próprios moradores que moram ao lado da quadra estão com medo dela cair porque a grade de proteção está solta. Queremos que a reforma comece de imediato porque os alunos moram nessa comunidade e é cansativo sair daqui e ir ao centro, principalmente eu que vou a noite”, informa

Semed

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Semed que informou que houve um problema financeiro e técnico durante a realização do projeto para a reforma já que não estava adequado ao terreno, sendo preciso refazer o projeto. Informou ainda que falta apenas que a Emurb autorize a licitação, podendo ocorrer ainda este semestre.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais