Alunos e professores da Unit participam do Projeto Rondon em Sergipe

A chamada Operação Mangabeiras vai atuar em 12 municípios, com oficinas e ações de capacitação e desenvolvimento da cidadania e inclusão social; uma das equipes será parceira na comunicação do projeto (Foto: Ascom/unit)
A chamada Operação Mangabeiras vai atuar em 12 municípios (Foto: Asscom/Unit)

Pela 11ª vez, a Universidade Tiradentes (Unit) participará do Projeto Rondon, iniciativa do governo federal que promove e incentiva ações de desenvolvimento da cidadania, sustentabilidade e inclusão social no interior do Brasil, através de projetos de extensão universitária. Na edição deste ano de 2024, o Rondon irá realizar a chamada “Operação Mangabeiras”, levando estas ações para 12 municípios do interior de Sergipe, entre os dias 19 de janeiro e 4 de fevereiro. Além da Unit, outras 23 instituições de ensino superior de Sergipe e outros seis estados participam da operação, reunindo um total de 252 estudantes e professores, conhecidos como “rondonistas”.

Durante a operação, que será coordenada pelo Ministério da Defesa e terá seu ponto de apoio no 28º Batalhão de Caçadores (28º BC), em Aracaju, as equipes realizarão trabalhos voluntários e oficinas de capacitação, orientação e treinamento voltadas às comunidades locais dos municípios de Areia Branca, Campo do Brito, Cedro de São João, Cumbe, Divina Pastora, Frei Paulo, Graccho Cardoso, Itabi, Malhada dos Bois, Moita Bonita, São Francisco e Tomar do Geru. Estas atividades envolvem estudantes e docentes de diversos cursos, que se dividem em equipes agrupadas em dois grandes conjuntos temáticos.

A Unit participará da Operação Mangabeira com duas equipes, sendo uma delas com dois professores e 10 alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Design Gráfico. Ela atuará na comunicação da Operação, viajando pelas cidades para fazer a cobertura jornalística e produzir conteúdo para as plataformas de comunicação do Projeto Rondon e para o fornecimento de informações à imprensa. “Os estudantes estão motivados e, com certeza, será uma grande experiência para cada um de nós. A organização está maravilhosa e nos apoia em tudo que precisamos. Vai ser uma operação memorável, e a nossa expectativa é a melhor possível”, afirma a professora Jaqueline Neves Moreira, que vai coordenar o grupo, integrado ao chamado Conjunto C.

A outra equipe, do chamado Conjunto A, será enviada ao município de Divina Pastora, com dois professores e oito estudantes dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Psicologia e Serviço Social EAD. Ela desenvolverá atividades e oficinas de capacitação, orientação e treinamento voltadas para as áreas de cultura, direitos humanos, justiça, educação e saúde. A cidade tem cerca de 5 mil habitantes e, assim como os outros municípios, foi escolhida com base no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e em demandas e necessidades que envolvem as áreas de atuação do projeto.

“O projeto tem uma visão de atender os multiplicadores que atuam no município, que são os professores, equipe de saúde da família e os conselhos locais. Através dessas instituições sociais que tem no município, a gente pretende deixar uma sementinha no município para que essas pessoas repliquem o que eles conseguiram captar das nossas oficinas e das nossas atuações, e que eles continuem o trabalho que a gente começou”, resume Ana Célia Góes Soares, professora do curso de Medicina e coordenadora da equipe.

A professora da Unit, que irá atuar pela oitava vez no Projeto Rondon e esteve no ano passado com outra equipe em Bonito (MS), explica que o trabalho é voltado para capacitar as pessoas e equipamentos sociais de cada município, mas deixa uma abertura que pessoas da comunidade também participem das oficinas e atuem como multiplicadores. “A gente quer tentar atender as pessoas do município como um todo, impactando bem mais pessoas, por ser no nosso estado e porque o município é bem menor. A gente está com a expectativa muito grande de atuar nas mais diversas situações do município. E é muito gratificante, porque os alunos vão conhecer outras comunidades e exercitar o que aprendem na sala de aula”, diz Ana Célia.

Além dos alunos da Unit, Divina Pastora também terá a participação de uma equipe dos cursos de Engenharias e da Saúde da Universidade do Vale do Taquari (Univates), de Lajeado (RS), que fará atividades nas áreas de agricultura, tecnologia e produção, meio ambiente e trabalho. Em algumas atividades, eles atuarão juntamente com os estudantes sergipanos. Cada equipe é completada por um militar destacado pelo Ministério da Defesa para acompanhar e auxiliar os universitários.

O projeto

O Projeto Rondon foi criado pelo governo federal em 1967 e retomado em 2005, com a proposta de fomentar ações sociais e soluções sustentáveis para o fomento do desenvolvimento da cidadania, da inclusão social e da redução de desigualdades. Ele é coordenado nacionalmente pelo Ministério da Defesa e apoiado por outros ministérios, como os da Educação, da Saúde, da Agricultura e do Meio Ambiente. Em Sergipe, ele também conta com o apoio do Governo do Estado e da Federação das Associações de Municípios do Estado de Sergipe (Fames).

Além da Unit, a Operação Mangabeira terá a participação de professores e estudantes da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e de outras 22 faculdades e universidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Todos serão recebidos no quartel do 28º BC, em Aracaju, entre os dias 17 e 18 de janeiro. Após a abertura oficial, no dia 19, as equipes serão enviadas aos 12 municípios sergipanos e permanecem trabalhando neles até o dia 4 de fevereiro, quando retornam às suas cidades de origem.

Fonte: Asscom Unit / com informações do Ministério da Defesa 

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/0029Va6S7EtDJ6H43FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais