Biblioteca Epiphanio Dória divulga a programação do final de semana

0
As apresentações ocorrem sábado, 3 (Foto: Eugênio Barreto)

A Biblioteca Pública Epiphanio Dória (BPED), coordenada pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), apresenta neste sábado, 3, rodas de leitura referentes a Silvio Romero e Helena de Tróia.

A primeira roda de leitura comentada acontecerá às 9h, com o professor Marcus Resende, escritor e doutorando em Filosofia, a qual terá como tema “O elogio de Helena   – Discurso em defesa de Helena, vista como a causadora da guerra de Tróia”. O público-alvo são estudantes, professores e a comunidade interessada no tema. No turno da tarde, às 15h, haverá uma roda de leitura sobre Silvio Romero e o estudo do folclore para crianças.

A coordenadora da BPED, Juciene de Jesus, explica que a biblioteca está cumprindo seu papel social de oferecer serviços que satisfaçam a necessidade da comunidade, sempre em horários convidativos e que permitam aos visitantes também conhecerem as novas instalações, completamente reformadas e modernizadas.

“Nosso principal objetivo é disseminar o conhecimento e oferecer informações, de forma que possamos atender às necessidades e aos interesses do usuário, além de incentivar a formação de leitores”, afirma.

Modernidade e história

A biblioteca completou 171 anos no dia 16 de junho e foi entregue à população sergipana totalmente reformada e modernizada. A reforma da BPED recebeu um investimento na ordem de R$ 1,8 milhão, fruto do Protocolo de Intenções entre o Governo de Sergipe e a empresa Centrais Elétricas de Sergipe (Celse), esta responsável pela construção da Termelétrica em Barra dos Coqueiros. Na oportunidade, também foram entregues a Sala e o Monumento Governador Marcelo Déda.

Com a expectativa de continuar sendo o equipamento referencial na formação de leitores de Sergipe, a reforma da BPED teve o intuito de facilitar o acesso do público, no cumprimento do papel social, por resguardar grande parte da história cultural de Sergipe. Também contemplou melhoria das instalações e promoção da acessibilidade à Biblioteca Infantil.

Houve também a necessidade de ampliar os espaços da biblioteca infantil para proporcionar ao público infantojuvenil igualdade de acesso, com ambientes amplos, confortáveis, modernos, interativos e dinâmicos, viabilizando às crianças maiores possibilidades de participação nas rodas de leitura, contação de histórias, teatro, uso da tecnologia e oficinas de arte.

A Biblioteca Pública Estadual Epiphanio Dória é a mais antiga e mais completa instituição do gênero do estado de Sergipe, fundada em 1848 no Brasil Império, inicialmente chamada de Biblioteca Provincial de Sergipe. Antigamente o seu acervo ocupava uma sala do Convento São Francisco, na cidade de São Cristóvão. Com a mudança da capital, foi transferida para Aracaju, e em 1970, recebeu o nome de Epiphanio Dória, intelectual que dirigiu a Biblioteca durante 29 anos.

A Biblioteca Pública Epiphanio Dória coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Sergipe, que trabalha em rede com o Sistema Nacional, órgão vinculado ao Ministério da Cidadania, buscando fortalecer as ações de estímulo ao livro e à leitura, e nos municípios através do fortalecimento de suas bibliotecas por meio de ações, programas e projetos.

Com a entrega do equipamento à população, a direção da biblioteca pública fez uma pesquisa, inclusive entrando em contado com familiares do homenageado que nomeia o equipamento e decidiu-se manter o nome original do homenageado grafado com “ph” e sem acento.

Fonte: Seduc

Comentários