Candidatos aprovados no Encceja 2019 já podem solicitar certificação

0
Em Sergipe, 40.422 candidatos se inscreveram no exame (Foto: Seduc)

Após a divulgação do resultado do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), o próximo passo agora é solicitar a certificação. Os candidatos aprovados já podem requerer o documento no órgão certificador indicado no ato da inscrição. Em Sergipe, 40.422 candidatos se inscreveram no exame. Desse total, 24.326 aprovados solicitaram a emissão da certificação por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, 8.645 dos quais foram aprovados para a certificação do nível fundamental e 15.681 para certificação do nível médio.

O Certificado do Encceja é emitido pelas secretarias estaduais de educação e pelos institutos federais que têm acordo com o Inep. Ao todo, são 383 instituições certificadoras cadastradas para o Encceja 2019 no país. As secretarias estaduais emitem os certificados e declarações de proficiência tanto para o ensino fundamental quanto para o médio, enquanto os institutos federais emitem apenas para ensino médio.

De acordo com o coordenador da Divisão de Exames e Certificação (DIEX) da Seduc, professor Edson Aragão, a novidade neste ano é que o processo de requerimento de certificação foi descentralizado. “Devido ao quantitativo de alunos inscritos no Encceja, nós descentralizamos o processo de certificação.

Então o aluno poderá solicitar o certificado de conclusão pelo Encceja ou a declaração de proficiência diretamente em qualquer escola da rede estadual que oferte o Ensino de Jovens e Adultos, ou na sede da Diretoria Regional de Educação mais próxima, além da própria Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, na Divisão de Exames Supletivos, obedecendo aos horários de atendimento dessas instituições”, afirmou. Na Seduc, será das 7h às 13h.

Após dois anos longe dos estudos, o jovem Robson Souza Junior busca na certificação uma forma de se reinserir no mercado de trabalho. “Escolaridade é tudo. Infelizmente tive que parar os estudos, mas hoje já posso dizer que estou formado”, celebrou ele, que já tinha solicitado o certificado na Seduc.

Quem também esteve na Divisão de Exames Supletivos para solicitar o certificado foi Juliana Ribeiro de Souza. A jovem, que foi aprovada, projeta sonhos mais altos. “Atualmente já estou trabalhando, mas fiz o Encceja para poder ingressar em uma faculdade”, disse.

Edson Aragão ressalta ainda que o Encceja é uma oportunidade ímpar para jovens e adultos concluírem os estudos da educação básica. “Essa avaliação oportuniza àqueles que não tiveram acesso à escola em idade regular a conclusão dos estudos, favorecendo esses cidadãos, sobretudo, quanto ao ingresso no mercado de trabalho e ao acesso ao ensino superior”, destaca.

No caso dos participantes que não obtiveram a pontuação mínima em todas as provas, mas conseguiram em uma ou mais, eles podem solicitar a declaração de proficiência. Com essa declaração, os estudantes podem excluir, em uma próxima edição do Encceja, as disciplinas nas quais já conseguiram a nota mínima.

Fonte: Seduc

Comentários