Colégio Arquidiocesano é vendido ao Grupo Master

0
Na nova formatação, os alunos das duas unidades do colégio serão acolhidos na unidade da Farolândia (Foto: Reprodução/Google Maps)

O Colégio Arquidiocesano, localizado em Aracaju, divulgou um comunicado assinado pelo diretor administrativo, padre Valtewan Correia Cruz, e pelo diretor pedagógico, padre José Lima Santana, nesta terça-feira, 27, informando que o colégio foi vendido para o grupo Master, escola também localizada na capital sergipana. O Arquidiocesano passará a ser administrado pelos novos donos a partir de 2022. A assessoria do Master também confirmou a informação.

De acordo com o comunicado do Colégio Arquidiocesano, o motivo da venda se deu pelo fato de que, ao longo de muitos anos, houve uma perda significativa de alunos e a crescente inadimplência de muitas famílias. “O Colégio foi levado a uma situação extremamente difícil, que se agravou nos últimos anos, especialmente nesse período de pandemia”, menciona o comunicado.

Ainda segundo o Colégio Arquidiocesano, os detalhes da transição serão apresentados em reuniões com os pais, que serão convocadas a partir de agosto. “Neste último semestre em que o Colégio Arquidiocesano será administrado pela Arquidiocese, manteremos o mesmo padrão de qualidade que fez do nosso Colégio uma das maiores e melhores entidades educacionais do Estado de Sergipe. E esperamos que as famílias dos nossos alunos continuem depositando na empresa compradora a mesma total confiança que sempre nos foi depositada”, pontua o comunicado.

Por meio de nota, o Centro de Excelência Master confirmou a compra da marca Arquidiocesano e informou que, na nova formatação, os alunos das duas unidades do colégio serão acolhidos na unidade da Farolândia, com todos os investimentos necessários para a manutenção da história e dos serviços educacionais prestados à sociedade sergipana ao longo desses anos. “O objetivo é que, em 2022, o espaço passe a incorporar todos os níveis de ensino – do Infantil ao Ensino Médio, por meio de reformulações e investimentos em modernização do prédio”, informa a nota.

Por Isabella Vieira e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais