Covid-19: escolas em tempo integral apostam em aulas online

0
A nova rotina de estudos online teve início na última segunda-feira, 30 de março, e terá continuidade enquanto perdurar o período de quarentena (Foto: Seduc)

Enquanto as escolas permanecem fechadas por conta do período de quarentena, as unidades de ensino da rede estadual que ofertam o Ensino Médio em Tempo Integral se organizaram para dar continuidade às atividades por meio de aulas online. Utilizando-se das diversas ferramentas tecnológicas, as escolas levam aos alunos que estão em casa os conteúdos que precisam estudar para o Enem.

Para deixar os alunos em dia com as atividades escolares, o Centro de Excelência Dr. Alcides Pereira, em Maruim, adotou o aplicativo Google Classroom. O coordenador Jamisson Alves de Carvalho explica que foi montada uma escala em que, a cada dia, dois professores de disciplinas diferentes postam as tarefas e orientações aos estudantes a fim de que eles possam fazer as atividades.

A nova rotina de estudos online teve início na última segunda-feira, 30 de março, e terá continuidade enquanto perdurar o período de quarentena. “Eu me surpreendi bastante com a participação dos alunos. Mesmo sendo uma escola de interior,  houve uma adesão muito grande. Isso é bom porque faz que eles não fiquem ociosos; eles permanecem focados nos estudos”, declarou.

Outro exemplo é o Centro de Excelência Arquibaldo Mendonça, em Indiaroba. Por meio de videoconferência realizada entre a gestão e os professores, foi encaminhada uma série de ações para facilitar a aprendizagem dos alunos. Os professores se comprometeram em preparar videoaulas, atividades complementares, dicas de estudos e orientação de rotina de estudos.

Segundo o coordenador Jadson Teles Silva, também foram construídas, por meio do aplicativo Google Classroom, ambientes de aprendizagens virtuais para sistematizar o trabalho dos professores, com o registro e acompanhamento das atividades. Também estão sendo ministradas aulas ao vivo pelas redes sociais do centro de excelência (Instagram, Facebook e Youtube). A transmissão das lives acontece sempre às quartas e quintas-feiras, a partir das 14h.

A escola também está promovendo o acompanhamento dos alunos do terceiro ano por meio das ações da disciplina “Pós-Médio” (disciplina da parte flexível do modelo da escola em tempo integral), que visa, entre outras coisas, ao aprofundamento em questões relacionadas ao Enem.

“Além disso, os Jovens Protagonistas e líderes de sala estão fazendo um papel importante no convencimento dos colegas, por meio das redes sociais,  enfatizando a importância de continuar focados nos estudos. A gestão também busca disponibilizar material impresso para alguns alunos que não têm acesso a essas tecnologias”, explicou. No Centro de Excelência Manuel Dantas, em Cedro de São João, foram criadas salas virtuais nas quais os professores colocam as atividades das suas disciplinas e os alunos têm acesso através dos seus e-mails. Os estudantes recebem explicações sobre as atividades e os prazos para a entrega.

De acordo com a coordenadora de ensino, Valéria Braz, essas atividades já vinham sendo trabalhadas por intermédio de grupos de Whatsapp dos alunos. Com a atual situação de isolamento social, a coordenação e os professores resolveram aderir às salas virtuais do Google Classroom. Ela destaca que a grande maioria dos estudantes está participando das salas virtuais, pois os professores também colocam o horário de atendimento para dirimir as suas dúvidas. Valéria explica que alguns professores também estão fazendo áudio das suas aulas e  indicando filmes e vídeos para que os conteúdos sejam acompanhados pelos alunos. “Apesar de estarmos vivendo em um período tão complicado, a escola continua firme e forte no propósito de levar uma gama maior de conhecimentos para os alunos, a fim de que estes não venham a ficar tão prejudicados com a falta das aulas presenciais”, disse.

Já no Centro de Excelência Professor Paulo Freire, em Aracaju, estão sendo disponibilizadas aulas online e plantão de dúvidas. A programação segue uma rotina específica em que, todos os dias, às 10h, os professores enviam os materiais, e pela tarde acontece o plantão de dúvidas, sempre das 16h às 17h. Nessas aulas via whatsapp são enviadas apostilas, roteiros de estudos e atividades que estão sendo desenvolvidas pelos professores com a finalidade de dar continuidade ao processo de ensino-aprendizagem em meio ao período de quarentena dos alunos.

Na próxima sexta-feira, 3, as disciplinas serão Química e Educação Física. Na segunda-feira, 6, será a vez de Língua Portuguesa, Matemática e Arte. Terça-feira, 7, Biologia e Filosofia. Os plantões de dúvidas continuam na quarta-feira, 8, com Física e Inglês; quinta-feira, 9, com Geografia, Espanhol e Projeto de Vida. Na sexta-feira, 10, não haverá atividades devido ao feriado da Páscoa.

Fonte: Seduc

Comentários