Delegada ouve testemunhas para se achar autoria de carta

0

Pessoas já foram ouvidas nesta segunda-feira, 26 (Foto: Juarez Silveira/SEED)

A delegada da 5ª Delegacia Metropolitana (DM), Maria do Socorro Moura de Sá já ouviu testemunhas para se descobrir de quem é a possível autoria de uma carta, que foi encontrada no Colégio Estadual Presidente Juscelino Kubitschek, situado na avenida L, localizada no município de Nossa Senhora do Socorro.

A correspondência foi encontrada na última quinta-feira, 22, colocada na parede de uma sala de aula do ensino fundamental por uma professora da Escola, que de imediato a encaminhou a diretoria de ensino. Na mensagem, o suposto dono da carta, diz que vai se vingar de quem o ofendeu e ainda faz referência ao massacre ocorrido em abril deste ano, na Escola Tasso da Silveira, no Estado do Rio de Janeiro, quando um atirador invadiu a escola e  assassinou 12 crianças.

A delegada da 5ª DM, Maria do Socorro Moura de Sá, não quis passar muitos detalhes sobre as investigações, mas afirmou que algumas pessoas já foram ouvidas na manhã desta segunda-feira, 26, para se esclarecer o caso. Ainda segundo ela, o fato está sendo tratado em sigilo com o intuito de preservar os estudantes e não atrapalhar as investigações.

Maria do Socorro Moura Sá também não informou o prazo de quando o inquérito será concluído.

SEED

A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Educação (SEED) não descarta a possibilidade da carta ter sido uma brincadeira feita por algum estudante, mas garante que a Secretaria está tratando o caso com seriedade, a fim de que o caso seja esclarecido o mais rápido possível.

Ainda segundo a SEED, algumas medidas já foram tomadas na Rede de Ensino para proteger os estudantes e professores. “Foi solicitado reforço da Polícia Militar e a vigilância interna da escola também foi aumentada. A polícia Civil já está ciente do caso e as medidas já estão sedo tomadas”, diz o assessor da SEED, Givaldo Ricardo.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais