Duzentas mil pessoas foram capacitadas para trabalhar no Enem

0
As formações para as provas começaram em agosto e encerram-se nos dias de aplicação do exame (Foto: arquivo Agência Brasil)

Aproximadamente duzentas mil pessoas foram capacitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para atuarem na aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Foram mais de 400 capacitações em todo o Brasil, incluindo treinamentos presenciais.

Na lista de colaboradores que irão trabalhar nos dois dias do exame estão, por exemplo, coordenadores estaduais e municipais do Enem, coordenadores de locais de prova, assistentes e chefes de sala. Além disso, são orientados aplicadores para os participantes que solicitaram atendimento específico e especializado.

Durante as capacitações, foram reforçados os procedimentos padronizados a serem adotados antes e depois das provas, como:

  • A preparação para aplicação;
  • A chegada da equipe e a abertura dos malotes;
  • A entrada dos estudantes;
  • A entrega das provas nominais;
  • O procedimento final e as novidades do exame, dentre elas a forma da coleta da digital, que agora será no cartão-resposta; e
  • A eliminação do participante caso qualquer equipamento eletrônico toque, mesmo dentro do envelope porta-objetos.

Todos os colaboradores passam por uma formação a distância, com duração de vinte horas. Já a modalidade presencial, que ocorreu em todos os estados brasileiros, durou oito horas para os coordenadores estaduais, municipais, de local de provas e assistentes. Nos dias do exame, as capacitações para chefes de sala, aplicadores e aplicadores especializados ocorrem por duas horas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Comentários