Em prol do piso da categoria, professores protestam em frente ao TCE

Em prol do piso da categoria, professores protestam em frente ao TCE (Foto: Sintese)

Um grupo de professores que representam 26 municípios sergipanos se reuniram em protesto da manhã desta quinta-feira, 13, com o objetivo de cobrar o pagamento do piso da categoria. A concentração do ato ocorre em frente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), órgão responsável pela fiscalização da aplicação dos recursos públicos por parte dos governantes.

De acordo com dados do Sindicato dos Professores (Sintese), dos 74 municípios de Sergipe, nos quais a entidade representa os docentes das redes municipais, 26 ainda não atualizaram o valor nominal do piso salarial de 2024. “O município de Aracaju está fora desta lista porque a entidade que representa os docentes na capital é o Sindipema”, pontua o sindicato.

Professores querem dialogar com Conselheiros do TCE sobre o pagamento do piso da categoria (Foto: Sintese)

Diante desse cenário, o objetivo do ato é dialogar e pedir aos Conselheiros do Tribunal de Contas que intervenham junto as prefeituras e exijam que a atualização nominal do piso salarial de 2024 seja paga.

“O valor nominal do piso salarial para o ano de 2024, estabelecido pela Portaria 61/2024, do Ministério da Educação (MEC), é de R$ 4.580,57. Como os mandatos de prefeitas e prefeitos estão chegando ao fim, em 2024, professoras e professores dos 26 municípios que ainda não cumpriram com o que determina a Lei decidiram somar forças e fazer um ato unificado em frente a Corte de Contas”, explica o Sintese.

Para a diretora do Sindicato, Ana Heide Nascimento, o desafio da categoria, nesta reta final das gestões municipais, é conseguir atualização do piso salarial ainda 2024, com seu valor nominal. “Temos um horizonte de tempo curto. Por isso, chamamos a assembleia para definir um ato conjunto com os 26 municípios em que prefeitos e prefeitas ainda não cumpriram com a Lei”, diz Ana.

Ainda segundo ela, para construir uma luta forte e unificada é essencial a mobilização de professoras e professores e que eles se façam presentes neste “dia D”.

A conselheira presidente do TCE, Susana Azevedo, recebeu os sindicalistas em meio à sessão plenária e agendou reunião para dar tratar dos aspectos citados na manifestação.

por João Paulo Schneider 

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/
0029Va6S7EtDJ6H43
FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais