Enem: aulão online gratuito dará dicas de como fazer uma boa redação

0
A professora Klébia Sampaio, que atua principalmente nas áreas de linguística textual e literatura vai orientar os estudantes durante uma live no dia 11 de janeiro (Foto: Ascom/Unit)

Qual a importância de escrever bem?  É preciso ter eficiência na escrita apenas para garantir uma vaga no ensino superior? Esses são dois entre diversos questionamentos formulados por candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para a professora Klébia Sampaio, especialista no ensino da Língua Portuguesa e mestre em Culturas Africanas e Indígenas pela Universidade Estadual de Pernambuco – UPE, a escrita será uma habilidade decisiva por toda a vida, inclusive durante a fase acadêmica.

“Dominar a escrita, ter habilidades eficientes para escrever vai ajudar em muitas questões tanto na vida acadêmica, quanto na vida profissional”, afirma.

Entre todas as provas do Enem, a que causa maior insegurança, ainda é a de redação. Essa nota faz diferença na média final, por isso é importante que o candidato dedique tempo e atenção, independente do curso ao qual deseja concorrer. Estudantes que zeram a nota da redação não podem participar de processos seletivos como Fies e ProUni.

Dicas

A professora Klébia Sampaio, que atua principalmente nas áreas de linguística textual e literatura, em parceria com a Universidade Tiradentes, vai orientar os estudantes durante uma live no dia 11 de janeiro, às 19h30. Para participar basta se inscrever por meio do link hs.unit.br/aula-redacao-enem-pe. O acesso é gratuito.

A docente adianta alguns pontos sobre como produzir um bom texto e que serão abordados durante o encontro virtual. O primeiro é em relação ao tempo. “Muita gente tem dúvida qual o melhor tempo para realizar a redação. É importante reconhecer as habilidades sobre ler, entender e escrever. Se o candidato precisar de mais tempo, cabeça fresca para escrever, a dica é começar pela redação que deve ser feita em torno de uma hora e quarenta minutos, tempo ideal para fazer um rascunho e passar a limpo”, explica.

A professora ressalta ainda que é comum a dúvida sobre o uso de textos de apoio. Segundo a docente é possível, sim, utilizar textos de apoio, mas é importante lembrar que não se pode copiar. Se isso acontecer há a possibilidade de a banca examinadora deixar de corrigir as linhas copiadas ou ainda penalizar com zero.  “A sugestão é parafrasear, interpretar as informações do texto de apoio e trazer para dentro do texto, a exemplo de números, infográficos, dados, datas, sem esquecer de informar as fontes.  Isso vai oferecer ao estudante um pouco mais de repertório para fazer uma boa argumentação”.

Um item opcional da redação é a titulação, mas se o estudante tem treinado nesse formato é importante saber que o título tem que ser escrito com a mesma letra que se fez no texto. “Tem gente que gosta de mudar a letra para dar um destaque.  Se o título tem verbo usa ponto final. Se o título não tiver verbo, não precisa de ponto final. Um título eficiente é aquele que tem acima de três palavras. Um título muito ruim é aquele que vai ter uma ou duas palavras.  Centraliza na primeira linha e não precisa pular linha nenhuma para começar a fazer o texto”, orienta.

“Escrever é uma habilidade que se adquire com a prática. Escrever se aprende escrevendo! Então, o estudante que treinou, escreveu, refletiu sobre algumas temáticas e transmutou isso para folha, rascunhou, fez e refez ele está, sim, preparado para escrever seja qual for o tema. Escrever demanda tempo, reflexão, prática, apaga, refaz. Volto a dizer: escrever se aprende escrevendo, não existe fórmula mágica”, completa Klébia.

Enem 2020

Desde terça-feira, 5, os inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (Enem) podem acessar o cartão de confirmação de inscrição. O documento traz, entre outras informações, o local do exame, o número de inscrição, a data e o horário em que a prova será aplicada. As provas impressas estão marcadas para 17 e 24 de janeiro. A aplicação da versão digital ocorrerá em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Fonte: Ascom/Unit

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais