Enem: falta menos de um mês para início das inscrições do Sisu

0
(Foto: Educa Mais Brasil)

O início das inscrições dos programas estudantis do governo – Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Programa Universidade Para Todos (Prouni) – já faz parte do calendário dos estudantes que pretendem ingressar na faculdade por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Faltando menos de um mês para a abertura das inscrições do Sisu, primeiro programa que receberá candidaturas, estudantes relatam expectativas para conseguir uma vaga.

Os cronogramas oficiais das inscrições para os principais programas estudantis do governo foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) na última terça-feira (18). Conforme calendário anunciado, as inscrições para o Sisu iniciam em 15 de fevereiro e finalizam no dia 18 do mesmo mês. Em seguida começam as inscrições para o Prouni, entre 22 e 25 de fevereiro. No mês seguinte, será possível se inscrever para o Fies, de 8 a 11 de março.

O estudante Arthur Moura, de 18 anos, fez o Enem pela terceira vez – as outras foram como “treineiro”. Agora, o jovem quer usar a nota do exame para tentar uma vaga no curso de Medicina pelo Sisu. “Minha expectativa está a todo vapor. Estou muito nervoso pelo resultado”, diz.

Também esperando pela abertura das inscrições do Sisu, a estudante Beatriz Santos, de 18 anos, fez o Enem pela primeira vez em 2019, para conhecer a prova e testar seus conhecimentos. Dessa vez, ela pretende usar o seu desempenho para tentar uma vaga no curso de Jornalismo. “Estou super ansiosa para o resultado do Enem e mais nervosa ainda para as inscrições do Sisu”, relata.

Conheça os programas estudantis

Sisu: O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o processo que possibilita que estudantes ingressem em universidade pública com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nessa seletiva, os candidatos são contemplados em ordem classificatória de acordo com a nota no exame.

Cronograma do Sisu:

Inscrições: 15 a 18 de fevereiro

Resultado: 22 de fevereiro

Matrícula: 23 a 28 de fevereiro

Lista de espera: 22 a 28 de fevereiro

 

Prouni: O Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições particulares de educação superior.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Além do critério da renda, para participar o candidato não pode ter diploma de curso superior e precisa ter  obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas do Enem e não pode ter tirado zero na redação.

Cronograma do Prouni:

Inscrições: 22 a 25 de fevereiro

Resultado dos pré-selecionados:

1ª chamada – 2 de março

2ª chamada – 21 de março

 

Fies: O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas. É dividido em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Para participar do processo seletivo é preciso ter a nota do Enem a partir da edição de 2010 e obtido média nas provas igual ou superior a 450 pontos, sem ter zerado a redação.

O programa leva em consideração a renda familiar. Para participar desse processo o candidato precisa possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, igual a superior a um salário-mínimo ou até 3 salários-mínimos.

O bolsista parcial do Prouni poderá participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa, desde que se enquadre nas condições previstas no edital. Assim como o Prouni, o Fies é realizado em chamadas no primeiro e segundo semestre e também possui lista de espera.

Cronograma do Fies:

Inscrições: 8 a 11 de março

Resultado dos pré-selecionados em chamada única: 15 de março

Complementação da inscrição:

16 a 18 de março (para pré-selecionados na chamada única)

16 de março a 28 de abril (de pré-selecionados por meio da lista de espera).

Bolsas de estudo para faculdade

Quem não conseguir ser contemplado com uma das vagas dos programas estudantis pode continuar com o sonho de estudar, através de bolsas de estudo disponibilizadas por programas de inclusão educacional de iniciativas privadas, como o Educa Mais Brasil. O programa oferece bolsas para todas as modalidades de ensino, incluindo graduação, com até 70% de desconto para cursos presenciais e a distância, em parceria com milhaes de instituições de ensino de todo o país. As inscrições podem ser feitas ao longo de todo o ano e não precisa de nota do Enem ou comprovante de renda. Por não se tratar de financiamento e, sim, de bolsa de estudo, após o término do curso não é preciso pagar nada.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais