Escola profissionalizante de Boquim abre inscrições

0
(Foto: Ascom/Seed)

Na próxima segunda-feira, 2, o Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes Faria (Dona Marieta), localizado em Boquim, abre inscrições para o Processo Seletivo em fruticultura. Estão sendo ofertadas um total de 120 vagas. Desse total, 40 são para alunos que já concluíram o ensino fundamental e 80 para alunos que concluíram o ensino médio. As inscrições prosseguem até o dia 13 de fevereiro. O edital está disponível no site da Seed.

“Essa escola irá qualificar e preparar para o futuro a juventude de Boquim e essa é a função do Governo. Somente pela educação se alcança um futuro melhor. Muitos jovens, não apenas de Boquim, mas de cidades vizinhas como Pedrinhas a Arauá poderão estudar no Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes Faria, perto de casa. O povo agradece”, declarou o governador Jackson Barreto.

A meta é que, nos próximos anos, Sergipe tenha pelo menos uma escola profissionalizante em cada um dos seus oito territórios. Além de Boquim, já estão em funcionamento a escola profissionalizante em Neópolis, na área de agroindústria;  em Aracaju nas áreas de bares e restaurantes, condomínios, rede de  computadores e Conservatório de Música;  Poço Redondo na área de agropecuária e Japoatã na área agrícola. A escola de Carmópolis  inicia as atividades este ano na área de Petróleo e Gás.

Serão construídos Centros profissionalizantes em Nossa Senhora de Socorro, Nossa Senhora das Dores, Umbaúba, Indiaroba e Simão Dias. As escolas serão erguidas com recursos do Proinveste. Desde 2007, as matrículas de ensino técnico de nível médio, no Brasil, subiram 109,2 %. Em Sergipe, segundo o Censo da Educação Básica de 2013, no entanto, o número de matrículas em cursos profissionalizantes cresceu 953, 9 %, no mesmo período, 8,7 vezes a mais que a média nacional, consequência, principalmente, dos esforços do Governo do Estado para o desenvolvimento do ensino técnico em Sergipe. Saltamos de 213 matrículas em 2007 para 2.245 em 2013.

Entre reformas e construção de centros estadual de educação profissional, o investimento chega a R$ 73.903.935,23. Os recursos, frutos de parceria entre o governo estadual e federal, foram aplicados na construção dos Centros Estadual de Educação Profissional; aquisição de mobiliários e equipamentos; implantação de cursos técnicos na forma integrada; formação de professores e profissionais de serviço de apoio-escolar; infraestrutura e recursos pedagógicos; reforma e ampliação de unidade de educação profissional e tecnológica.

Vocação

Observa-se que há a preocupação do Governo do Estado em ofertar, em cada município que já recebeu ou receberá uma escola de ensino técnico, cursos que sejam voltados à vocação cultural e econômica de cada região, facilitando a absorção pelo mercado de trabalho da região e do aluno capacitado. O cuidado do Estado funciona como uma via de mão dupla, por um lado, os incentivos do governo na atração de indústrias e o crescimento nos serviços no interior, entre outros, proporcionam o aumento da oferta de emprego em cada região; por outro, capacitam-se os jovens da região para que possam ocupar as vagas existentes e futuras com mão de obra qualificada, em uma demonstração clara de atenção e zelo pelo futuro dos jovens sergipanos e de Sergipe como um todo.

Boquim

Inaugurado no dia 20 de março de 2014 o Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes de Faria é a primeira escola técnica do município de Boquim e oferece o curso Técnico em Fruticultura com a duração de 24 meses na modalidade presencial. O centro também oferece outros cursos de formação inicial e continuada, nos eixos de Informação e Comunicação, e Gestão em Negócios. O projeto foi desenvolvido a partir de um modelo seguindo as normas do MEC.

O curso de fruticultura, cuja inscrição tem início segunda-feira, 2, é destinado para os alunos com o ensino médio concluído terá a duração de dois anos, sendo ofertadas 40 vagas no turno da manhã e outras 40 no turno da tarde. As inscrições devem ser feitas na secretaria do Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes de Faria (Dona Marieta), de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 12h e das 14h às 21h. No momento da inscrição, o candidato deve apresentar fotocópia da carteira de identidade, duas fotos 3X4 e o certificado de conclusão do ensino médio (original) e comprovante de residência No ato da inscrição o candidato receberá o seu comprovante.
Já para o curso destinado a alunos que concluíram o ensino fundamental estão sendo ofertadas 40 vagas, com a duração de três anos, sendo o curso integrado nos turnos da manhã e noite. O horário e local das inscrições são os mesmos dos alunos concludentes do ensino médio e além da documentação já descrita, o candidato deverá apresentar certificado de conclusão do ensino fundamental.

"É o governo do Estado incentivando os jovens ao estudo e para a vocação da sua terra, tendo a certeza que, num futuro breve, serão aproveitados pelo mercado de trabalho local", pontua o secretário da Educação, Jorge Carvalho.

Matrícula

Os candidatos aprovados deverão realizar a matrícula nos dias 23 e 24 de fevereiro, levando os seguintes documentos: histórico de conclusão do ensino do ensino fundamental ou médio (levando em conta a modalidade de inscrição); três fotografias 3×4 recentes; fotocópia da carteira de identidade e do título de eleitor e comprovante de votação (para maiores de 18 anos); fotocópia do certificado de reservista (sexo masculino); termo de compromisso assinado, preparado pelo Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes de Faria (Dona Marieta); fotocópia do comprovante de residência com CEP e fotocópia do CPF. O início do ano letivo está previsto para o dia 2 de março de 2015.

Ascom Seed

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais