Escolas públicas e privadas devem cadastrar informações no Educacenso

0
A segunda etapa ocorre com o preenchimento de informações sobre a Situação do Aluno (Foto: Seduc)

As instituições de ensino sediadas em Sergipe já podem acessar o Educacenso, sistema informatizado de levantamento de dados do Censo Escolar, referente ao ano letivo de 2019. Até o dia 20 de março de 2020, todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica deverão fazer a declaração das informações escolares no sistema.

Entrando na segunda etapa, o Censo Escolar permite obter dados individualizados de cada estudante, professor, turma e escola do país, tanto das redes públicas (federal, estadual e municipais) quanto da rede privada. Todo o levantamento é feito pela internet.

A partir dos dados do Educacenso, é calculado o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e planejada a distribuição de recursos para alimentação, transporte escolar, livros didáticos, entre outros. De acordo com a coordenadora estadual do Censo Escolar, professora Jucileide Aragão, as escolas que declararam a matrícula inicial no sistema devem informar o rendimento ou o movimento do aluno, que é o módulo ‘Situação do Aluno’.

“Esse procedimento é anual e está previsto na portaria 249 do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Trata-se de um momento importante porque o sistema vai computar informações de estudantes aprovados, reprovados, além daqueles que foram transferidos ou deixaram de frequentar a escola”, explicou Jucileide.

Ela ainda informou que a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) está mobilizada, juntamente com as Diretorias Regionais de Educação (DREs/DEA), com o intuito de formar multiplicadores sobre as funcionalidades do sistema Educacenso. A capacitação é direcionada aos técnicos das Regionais, das Secretarias Municipais de Educação, além de funcionários e técnicos das escolas da rede particular.

Educacenso

O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira. É coordenado pelo Inep e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de Educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

Ele abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional: Ensino regular (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio); Educação especial – modalidade substitutiva; Educação de Jovens e Adultos (EJA); Educação profissional (cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional).

Fonte: Seduc

Comentários