Estudantes que vão fazer o Enade já podem preencher questionário

Estudantes de cursos universitários em 28 áreas do conhecimento já se preparam para fazer a edição 2023 do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), cujas provas serão aplicadas no dia 26 de novembro. O exame é promovido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), e faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que avalia a qualidade acadêmica dos cursos de graduação das faculdades e universidades de todo o país.

Na última sexta-feira, 1º, foi aberto o prazo para que os alunos inscritos preencham o Questionário do Estudante, com perguntas relacionadas a seu perfil, a aspectos de seu curso e de sua formação acadêmica. O preenchimento deve ser feito até 25 de novembro, é obrigatório para a realização do exame e também é condição para que ele tenha acesso ao endereço do local da prova. Os estudantes habilitados ao Enade também têm até o dia 18 de novembro para preencher seus dados no Cadastro do Estudante. Os dois formulários podem ser acessados pelo Portal do Enade na internet: http://enade.inep.gov.br/.

A realização do Enade acontece a cada ano, com alunos dos últimos períodos de cada curso. “Não é um tipo de exame que pega uma amostra aleatória. Ele seleciona alunos que seguem determinados critérios de elegibilidade, como por exemplo: o estudante que está concluindo agora em dezembro de 2023 ou que tem previsão de formatura para julho de 2024. A participação desses alunos que estão no fim do curso é importantíssima para atestar a qualidade da educação superior”, explica o professor Antônio Minoru Suzuki, gerente de qualidade da Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Tiradentes (Unit).

Além da avaliação do rendimento dos alunos concluintes no Enade, o Sinaes realiza a Avaliação de cursos de graduação e a Avaliação Institucional, em um processo que segue cronogramas e critérios definidos pelo MEC, e que distribui os cursos por ciclos avaliativos trienais. “A cada três anos, o Inep elege os cursos que vão fazer o Enade para atestar se as instituições estão cumprindo com o que está previsto na DCN [Diretrizes Curriculares Nacionais], ou seja, formando esse aluno tanto no sentido profissional quanto no sentido de ser cidadão”, acrescenta Minoru.

Entre os cursos que vão participar do Enade 2023, estão os das áreas de Arquitetura e Urbanismo; Biomedicina; Enfermagem; Engenharia Ambiental; Engenharia Civil; Engenharia Mecatrônica; Engenharia de Produção; Engenharia Elétrica; Engenharia Mecânica; Engenharia Química; Farmácia; Fisioterapia; Medicina; Nutrição e Odontologia. Também são elegíveis os de Tecnologia em Estética e Cosmética; Gestão Ambiental; Radiologia; Gestão Hospitalar; e Segurança no Trabalho.

Orientação

As próprias instituições de ensino vem procurando orientar e esclarecer ao máximo seus alunos que forem fazer o Enade sobre datas e procedimentos previstos no edital. Os alunos também são conscientizados sobre a importância de fazer o exame e os benefícios que um bom desempenho de cada aluno proporciona para cada instituição de ensino, para cada curso e para o próprio estudante. Entre eles, estão um melhor reconhecimento público e uma melhor visibilidade e acolhimento no mercado de trabalho.

“Os alunos que participam agora do Enade e levam uma boa nota para o seu curso garantem que ele mantenha as bolsas do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e do ProUni (Programa Universidade para Todos), por exemplo. Além de você atestar a qualidade do seu curso, também promove a inclusão socioeducacional”, afirma o professor, que participou nesta segunda-feira, 4, de uma reunião com alunos para tratar sobre o tema no Campus Farolândia da Unit, em Aracaju.

A participação dos alunos no Enade vem sendo entendida e assimilada por muitos estudantes, que o enxergam com um olhar que vai muito além da obrigação. “É um exame importante para quando a gente está terminando o curso, até para melhorar e dar uma avaliação melhor de ensino para o nosso curso, de que ele está indo bem”, resume a aluna Camila Vitória Góes de Andrade, do 9º período de Fisioterapia da Unit.

Outras dúvidas e informações sobre o Enade 2023 podem ser vistas no site especial da Unit sobre o assunto: https://www.unit.br/enade.

Fonte: Ascom Unit

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais