Governo convoca e faz a lotação de mais 25 professores

0
(Fotos: Ascom Seed/SE)

O Governo do Estado de Sergipe, dando continuidade à sua política de aperfeiçoamento da estrutura de ensino e ampliação de vagas, cria novas oportunidades de empregos para os professores que saem das universidades. Foram convocados mais 41 professores aprovados no último concurso do Magistério, realizado em 2012 pela Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), juntamente com a Secretaria de Estado da Educação (Seed).

“No entanto, apesar dos esforços do governo Jackson Barreto para colocar cada vez mais professores nas salas de aula, até o momento, só conseguimos lotar 25 professores dentre os últimos 41 convocados. Infelizmente, alguns pediram adiamento do prazo final para assumir no concurso e até em disciplinas que estamos muitos carentes, como Matemática e Física”, disse o secretário da Educação, Jorge Carvalho.

Ao todo, 3.697 docentes já foram convocados neste concurso que tinha uma previsão inicial de 1.700 vagas. Esta convocação específica, feita pela Seplag, atendeu a demanda das escolas da capital sergipana e os novos professores irão trabalhar em Aracaju.

O último concurso do Magistério, realizado em 2012 pela Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), juntamente com a Secretaria de Estado da Educação (Seed), tinha uma previsão inicial de 1.700 vagas. De acordo com o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, “as convocações ocorrem de acordo com a necessidade de professores, das vagas abertas em decorrência de aposentadorias e respeitando o prazo de vigência do concurso”.

Com essas convocações, o governo está criando uma nova força econômica no estado, já que os novos professores chamados para as vagas irão ganhar um salário inicial superior a R$2,6 mil. “Isso possibilitará também o desenvolvimento pessoal e social destes profissionais, visto que com uma renda melhor e garantida, poderão ter mais qualidade de vida e maiores perspectivas para o futuro, permitindo também aperfeiçoamento profissional”, acrescenta o secretário.

A Seed informou que, apesar do número considerável de professores chamados por convocações desde 2012 – cerca de 3.697 – o trâmite até que o docente chegue às salas de aula é por vezes complexo. Demanda etapas operacionais (perícia médica, apresentação de documentação) e envolve até certos imprevistos pessoais dos candidatos.        

Os dados da Seplag demonstram isso. Até o momento, 2.959 professores foram efetivamente nomeados pelo governo Jackson Barreto, significando dizer que outros 738 profissionais convocados para o magistério desistiram da oportunidade, migrando para outras profissões ou empregos.

Fonte: Ascom Seed/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais