Grupo de estudo online é uma opção para não interromper o aprendizado

0
Laura faz as atividades com o auxílio da mãe (Foto: Arquivo Pessoal)

A suspensão das aulas nas escolas e faculdades não é empecilho para muitos alunos darem  continuidade ao aprendizado. Com o auxílio da tecnologia, muitos estudantes estão participando de grupos online de estudos durante o período de isolamento social.

Na capital sergipana uma escola particular criou grupos em uma rede social e todos os dias os professores enviam as atividades e tiram as dúvidas. A diretora da escola, Gilmara Passos, explica que assim que ficou determinado a suspensão das aulas, a direção e a coordenação se reuniu com os professores e decidiram criar o grupo de estudos online.

“Achamos por bem fazer os grupos para não prejudicar o aprendizado e nem deixar os alunos parados. São muitos dias em casa, então, manter a rotina de estudos faz com que eles não fiquem ociosos e não se distanciem da escola”, afirma Gilmara.

Escola criou um grupo numa rede social para passar as atividades para os estudantes (Foto: Divulgação)

Cada série do ensino fundamental tem um grupo na rede social onde os professores mandam as atividades, os alunos respondem e encaminham de volta por e-mail ou foto. Gilmara conta que a aceitação dos alunos foi excepcional. “Nos surpreendemos com a receptividade dos alunos, eles estão muito empenhados. Ontem mesmo o professor de inglês passou uma atividade para ser entregue na segunda-feira, mas, em quatro horas todos já tinham entregue. Os alunos estão bem motivados”, comemora.

Para os alunos do ensino infantil as aulas estão sendo gravadas pelos professores e serão disponibilizadas também em uma rede social de vídeos para que os pequenos assistam. “Para as crianças menores as atividades precisam ser mais elaboradas. Os professores estão gravando de dois em dois os vídeos, mantendo a distância, com aulas para que eles acompanhem e não esqueçam o que estavam aprendendo”, diz.

Um projeto literário também foi lançado. Para incentivar a leitura, os alunos estão lendo livros, fazendo resumos, e ao final do período de isolamento os melhores resumos e quem tiver lido mais livros ganhará uma bicicleta.

Os pais dos alunos aprovaram a iniciativa e já notaram a diferença no comportamento das crianças. A jornalista Aldaci de Souza, mãe de Laura, 10 anos, lembra que as crianças não estão em período de férias e precisam dar continuidade aos estudos. “Eu achei a iniciativa da escola perfeita. Entregou todos os livros e os professores estão mandando os exercícios e tirando as dúvidas pelo whatsApp ou pelo e-mail. Laura ficou mais calma, porque é muito complicado esse isolamento para as crianças, e com o grupo ela interage com os colegas e professores”, enfatiza.

Por Karla Pinheiro

Comentários