Justiça considera ilegal greve em Laranjeiras

0

Categoria tem até 15 dias para recorrer (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Tribunal de Justiça, através do desembargador Cláudio Déda, declarou que a greve dos professores da rede municipal de Laranjeiras é considerada ilegal. A decisão foi tomada nesta quinta-feira, 19, e determina que o movimento grevista seja suspenso imediatamente, sob pena de uma multa diária de R$ 5 mil.

O pedido foi ajuizado pelo município, que alega está cumprindo de forma rigorosa a lei do piso nacional dos professores desde sua implantação, e que no mês passado os salários pagos a categoria já estavam de acordo com o novo piso de R$ 1.451. A prefeitura ainda afirma que sempre houve negociações e que, além de o piso ter sido implantado e pago de acordo com lei federal, o pagamento dos demais níveis de ensino foram reajustados pelo índice inflacionário.

Sintese

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação do Sintese, e esta informou que o sindicato ainda não foi notificado. Com relação às próximas ações dos professores de Laranjeiras, a assessoria informou que elas serão definidas durante a assembleia da próxima segunda-feira, 23.

De acordo com a decisão judicial, a categoria terá o prazo de 15 dias para contestar a medida.

Por Monique Garcez e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais