Livro de professor estadual é 1º colocado em programa de mestrado

0
De acordo com o professor, o livro originou-se de planejamento, pesquisa e trabalho pedagógico (Foto: Ascom/Seduc)

O professor Fábio Fontes de Oliveira, que ensina Educação Física na Escola Estadual Professor Francisco Portugal, em Aracaju, teve o seu livro “O Jogo no I Ciclo do Ensino Fundamental: unidade didática visando à aprendizagem dos estudantes” contemplado com a 1ª colocação no Programa de Mestrado Profissional em Educação Física em Rede Nacional (ProEF), núcleo da Universidade de Pernambuco.

A obra é fruto da dissertação de mestrado, que teve como propósito investigar a aprendizagem do conteúdo Jogo nas aulas de Educação Física no ciclo de sistematização da identidade dos dados da realidade.

De acordo com o professor, o livro originou-se de planejamento, pesquisa e trabalho pedagógico, enquanto atividades que requerem tempo para serem realizadas com qualidade social ao atuar em sala de aula. Foi materializado com uma intervenção na escola, oriunda de uma pesquisa-ação, sistematizada numa unidade didática de 60 horas-aula, destinando 20 horas-aula para cada turma do 1º, 2º e 3º anos do ensino fundamental, tendo como culminância um festival intitulado “Jogos e brincadeiras do nosso país: o Brasil”.

Ele explica ainda que os resultados demonstraram que os estudantes do 1º ano do ensino fundamental deram início à formação de representações sobre o jogo e brincadeiras. Já os alunos do 2º ano ampliaram as representações, e os do 3º ano deram um salto qualitativo, consolidando a formação de representações sobre o conteúdo.

Capa do livro colocado em primeiro no Programa de Mestrado Profissional em Educação Física (Foto: Divulgação)

Fábio Fontes destaca que o produto educacional é mais um referencial para que outros professores construam seus próprios documentos institucionais, não sendo um guia a ser seguido pelo professor, e sim, para orientar a prática pedagógica na Educação Física ao exercer a função social do ensino-aprendizagem. Em seu conteúdo estão presentes argumentos teórico-científicos oriundos da Pedagogia Histórico-Crítica, da Psicologia Histórico-Cultural e da Educação Física Crítico-Superadora, além dos elementos didáticos necessários para materializar o ensino, visando à aprendizagem do Jogo em aulas de Educação Física.

“O Produto Educacional não tem como objetivo servir de cartilha ou manual para os professores no desenvolvimento do conteúdo Jogo, mas sim retratar uma realidade e despertar possibilidades para sua inclusão com base em uma ação bem-sucedida no trabalho educativo. Todavia, os professores poderão ressignificar o trabalho conforme a realidade do seu contexto”, afirmou. Ele destaca ainda que “a pesquisa no âmbito escolar contribui para o entendimento e superação das problemáticas na Educação Física, contribuindo na luta incessante por uma educação revolucionária com vistas à libertação do pensar e agir centrados nas igualdades de oportunidades para um mundo mais justo”.

A diretora da Escola Estadual Professor Francisco Portugal, Marise Rabelo dos Anjos, declarou que é um orgulho muito grande saber que os alunos foram inspiração para o trabalho do professor Fábio Fontes. “Todas as escolas deveriam ter um exemplar deste livro. No dia da culminância das práticas, todos os alunos se envolveram e participaram das atividades. Nós atendemos a alunos com necessidades especiais que têm certa dificuldade para praticar atividades lúdicas e concentração. Esses alunos se envolveram de uma forma que até os pais ficaram surpresos. Algumas pessoas não percebem a importância dessas práticas. Elas são um momento de extravasar as energias e, principalmente, de socialização. No momento dos jogos e brincadeiras é quando os alunos mais aprendem, pois estão liberando suas energias”, declarou.

Fonte: Ascom/Seduc

Comentários