Mais de dois mil alunos buscam os estudos através do EJA

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

A educação básica de adultos começou a delimitar seu lugar na história da educação no Brasil a partir da década de 30, quando finalmente começa a se consolidar um público de educação elementar no país. No Brasil, por exemplo, há mais de 35 milhões de pessoas maiores de catorze anos que não completaram quatro anos de escolaridade.

Lagarto implantou sua política de atenção à Educação de Jovens e Adultos em 1997, quando elevou a matrícula de 70 passando a 690, em 1998, com um aumento percentual de 985,71%. Contando, em 2011, com 2241 alunos matriculados. “Em nosso município, a quase totalidade dos alunos da EJA, incluídos os adolescentes, são trabalhadores. Com sacrifício, acumulando responsabilidades profissionais e domésticas ou reduzindo o seu pouco tempo de lazer, dispõem-se a freqüentar cursos noturnos, na expectativa de melhorar suas condições de vida. A maioria nutre a esperança de continuar os estudos: concluir o ensino médio, ter acesso a outros graus de ensino e habilitações profissionais”, disse o coordenador da EJA na Secretaria Municipal de Educação, José Édesio do Nascimento.

O objetivo dessa modalidade é promover o retorno dos jovens e adultos defasados no processo de escolaridade, na modalidade da EJAEF (Educação de Jovens e Adultos no Ensino Fundamental), para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem dos mesmos, promovendo-lhes competências fundamentais requeridas para plena participação na vida econômica, social, política e cultural do país.

O nosso município oferece educação básica, equivalente as quatro primeiras – 1ª a 4ª série – e últimas séries – 5ª a 8ª série – do Ensino Fundamental, para os jovens e adultos excluídos da modalidade regular, garantindo a continuidade de estudos.

Fonte: Semed /PML

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais