Matriculados no Profuncionário devem aguardar novidades

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Programa Profuncionário está passando por um processo de mudanças para que os alunos selecionados e matriculados deem início às aulas. De acordo com a coordenadora adjunta do Profuncionário, Margarida Rollemberg Farias, o início da II edição no Estado está dependendo da autorização da Secretaria de Educação Tecnológica (SETEC) do MEC.

Os cursistas deverão aguardar novo comunicado em relação à data de início do curso por causa de alguns itens que ainda faltam ser colocados em prática, como a aprovação da planilha financeira enviada pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) e Secretaria de Educação Básica do MEC; a implantação de novas tecnologias pela SETEC; a instalação de novos equipamentos nos laboratórios didáticos; e a publicação de edital pelo IFS para seleção de tutores.

O Profuncionário é uma das ações do Plano de Ações Articuladas (PAR) e está destinado à formação na modalidade a distância, em nível técnico, dos profissionais da educação não docentes em exercício nas unidades escolares das redes estadual e municipal de ensino.

O Programa foi uma ação de Coordenação Geral da Secretaria de Educação Básica, transferida através do Decreto 7415/10, de 30 de dezembro de 2010, para Secretaria de Educação Tecnológica (SETEC), ficando o Programa Profuncionário sob a Coordenação Geral do Instituto Federal de Sergipe (IFS), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação.

Ao receber o Programa, a SETEC/MEC selecionou o cadastro, eliminando todos os inscritos que estavam cursando ou tinham o nível superior completo.

Fonte: Ascom Seed/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais