MEC lança portal para unificar currículo da Educação

0
(Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) lançou o portal da Base Nacional Comum (BNC), plataforma por meio da qual a pasta receberá propostas de professores e organizações no intuito de estabelecer o que os alunos brasileiros devem aprender até o Ensino Médio. “Este é um momento histórico para o País”, comemorou o secretário executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa.

A partir de 15 de setembro, o site vai poder ser abastecido com sugestões preliminares. A expectativa é de que a BNC seja apresentada pelo ministro, Renato Janine, ao Conselho Nacional de Educação (CNE) em março de 2016.

Durante discurso, Janine enfatizou a importância, tanto para alunos quanto para professores, de se conceder uma base comum à educação básica brasileira.  "Sem a base comum, é difícil rever a formação de professores, quer iniciada, quer continuada", explicou. "Como nós vamos formar professores (…) sem estar definido o que eles devem ensinar?", questionou o ministro da Educação.

Janine afirmou ainda que um mesmo alicerce curricular permitirá alterações no material didático utilizado atualmente nas escolas. O ministro lembrou que a sociedade tornou-se "intensamente digitalizada".

"Da mesma forma, sem a base comum, é muito difícil, para não dizer impossível, pensar em um material didático que devemos gerar", argumenta. "Ele tem que contemplar as escolhas que aqui e fora daqui serão feitas pelos especialistas e por todos que participarem na sociedade (…)", conclui Janine.

Com informações do Portal Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais