Ministério da Educação adia provas do Encceja para 29 de agosto

0
Em todo o Brasil foram 1.630.046 inscritos, 25.944 dos quais são candidatos de Sergipe. (Foto: Ascom/Seduc)

As provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020 serão aplicadas no dia 29 de agosto de 2021. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ajustou o cronograma de aplicação levando em consideração o cenário da pandemia de COVID-19, que assola o Brasil no momento atual. No final de março, por exemplo, 16 estados e o Distrito Federal estavam em colapso na saúde e apenas duas unidades da Federação possuíam capacidade menor que 80% dos leitos para pacientes acometidos com o coronavírus. O adiamento da data de aplicação do Encceja 2020 está oficializado na retificação publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 9 de abril de 2021, que altera o cronograma previsto no Edital n.º 101, de 23 de novembro de 2020. O documento previa a aplicação em 25 de abril de 2021.

Em todo o Brasil foram 1.630.046 inscritos, 25.944 dos quais são candidatos de Sergipe. Desse total, 4.833 farão a prova do Ensino Fundamental; e 21.111 do Ensino Médio, uma redução de 36% em relação ao ano de 2019, fator que se deve, em parte, ao não pagamento da taxa de R$ 40,00 por aqueles que faltaram ao exame no ano anterior.

Um outro aspecto importante nas inscrições do Encceja 2020 no Brasil é que, dos inscritos para o Ensino Fundamental, 43% têm idade entre 31 a 59 anos, e dos inscritos no Ensino Médio, 42% têm idade entre 21 e 30 anos. As provas do exame serão ofertadas pelo Inep em todos os estados da federação e no Distrito Federal. Em Sergipe, as provas acontecerão nos municípios de Aracaju, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Estância, Lagarto, Simão Dias, Itabaiana, Propriá, Nossa Senhora da Glória e Canindé do São Francisco.

Do ponto de vista técnico-pedagógico, a postergação da data de aplicação do Encceja 2020 trará o menor impacto possível diante do estado de emergência de saúde pública de importância internacional. Assim, seguindo as recomendações já expressas por autoridades brasileiras, para a garantia da segurança de todos os envolvidos nas atividades de aplicação do exame, o Instituto entende a necessidade de adequação do calendário de aplicação das provas.

A participação no Encceja é voluntária, gratuita (para quem não faltou à última edição) e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada. Por meio do exame, os participantes têm a oportunidade de conseguir a certificação para as duas etapas de ensino.

Além de possibilitar que os estudantes sejam certificados e sigam adiante em suas trajetórias educacionais, o Encceja oferece parâmetros para autoavaliação que podem orientar os inscritos na continuidade da formação e na colocação no mercado de trabalho. O exame avalia competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou extraescolar. Com isso, estabelece uma referência nacional de avaliação para esse público, tendo, assim, uma relevância multidimensional para a educação brasileira.

Entre outras finalidades, o Encceja também possibilita que os gestores educacionais se baseiem na avaliação para corrigir questões relacionadas ao fluxo escolar, como a evasão de estudantes. Dessa forma, o exame serve de baliza para a implementação de procedimentos e políticas, visando à melhoria da qualidade na oferta da educação de jovens e adultos, bem como o aperfeiçoamento do processo de certificação. Além disso, os resultados das provas viabilizam o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre o sistema educacional brasileiro.

Material de estudo

Os interessados no Encceja podem acessar diversos materiais de estudo, disponíveis no portal do Inep. Além das apostilas com conteúdo de todas as etapas e áreas de conhecimento, o Instituto também possibilita o acesso a provas e gabaritos de edições anteriores. Todo o material é gratuito.

As apostilas foram desenvolvidas pelo Ministério da Educação (MEC). Aos inscritos para a certificação do ensino fundamental é disponibilizado conteúdo de matemática; ciências; história e geografia; e língua portuguesa, língua estrangeira, artes e educação física. Já as apostilas para a certificação do ensino médio são de ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Além disso, na página do Encceja no portal do Inep, há uma série de apostilas voltada para os professores. O conteúdo apresenta sugestões de trabalho, com o objetivo de direcionar os professores em relação ao desenvolvimento das competências e habilidades que estruturam o exame.

Encceja 

O exame é realizado pelo Inep, desde 2002, em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de Educação. As provas obedecem aos requisitos básicos, estabelecidos pela legislação em vigor, para o ensino fundamental e médio. A emissão do certificado e da declaração de proficiência é responsabilidade das secretarias de Educação e dos Institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmam termo de adesão ao Encceja.

Fonte: Ascom/SEDUC

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais