MP/SE define novas orientações para casos de Covid-19 nas escolas

0
As aulas presenciais foram retomados em colégios particulares no dia 18 de janeiro. O retorno presencial das aulas nas escolas públicas só deverá acontecer no dia 22 de março (Foto: arquivo/ Seduc)

Em reunião virtual realizada na manhã desta segunda-feira, 01, envolvendo o Ministério Público de Sergipe (MPSE), a Federação dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Sergipe (Fenen-SE) e autoridades sanitárias do município de Aracaju, foram estabelecidas novas orientações para casos de Covid-19, envolvendo alunos, professores e demais docentes.

A promotora de Justiça do Consumidor, Euza Missano (Foto: Arquivo / MPE/SE)

A audiência foi realizada de forma extrajudicial, considerando o retorno das aulas presenciais no estado de Sergipe. “É absolutamente necessário que haja o segmento daquilo que é recomendado pelo Ministério da Saúde, com o isolamento para o acompanhamento, o rastreamento, das crianças, adolescentes, professores e colaboradores. Sendo detectados casos suspeitos ou confirmados, a testagem é necessária dos professores de contato com o aluno, para evitar o máximo a disseminação do vírus na escola”, disse a promotora Euza Missano, do MP/SE.

As aulas presenciais foram retomados em colégios particulares no dia 18 de janeiro, seguindo os protocolos divulgados pela Prefeitura de Aracaju. “Toda cautela deve ser adotada, principalmente para os casos suspeitos e identificados. Também estamos solicitando que haja a comunicação à própria Fenen para uma melhor orientação à todas as escolas associadas”, completou Euza.

O retorno presencial das aulas nas escolas públicas só deverá acontecer no dia 22 de março.

Por Milton Filho e João Paulo Schneider

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais