Negociações não avançam e professores deverão convocar assembleia

(Foto: Sindipema)

As negociações entre os professores da rede municipal de ensino e a Prefeitura de Aracaju não avançaram. Uma reunião foi realizada nesta segunda-feira, 22, após a categoria ter paralisado as atividades e realizado uma vigília em prol da cobrança pelo pagamento do piso salarial nacional.

Por meio de uma rede social, Obanshe Severo, presidente do Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema), explicou que a Prefeitura de Aracaju não apresentou uma proposta e que, por isso, uma nova assembleia deverá ser convocada nos próximos dias.

“Conforme informado na reunião do último dia 12, deveríamos receber a proposta do Executivo de valorização do magistério municipal, mas de forma desrespeitosa, não tivemos essa proposta apresentada. Estamos conversando com nosso jurídico e deveremos divulgar amanhã um edital convocando uma assembleia”, anunciou.

“Precisamos seguir firme na luta para enfim conquistar a nossa valorização, que é determinação legal. Não estamos pedindo favor e precisamos mostrar o quanto queremos e merecemos que o prefeito cumpra a lei”, completou o presidente do Sindipema.

PMA

A Prefeitura de Aracaju disse que a Comissão de Negociações informou, durante a reunião, que a Gestão Municipal ainda está em fase de estudos técnicos de impacto financeiro e que uma proposta será apresentada à classe até o dia 31 de maio.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais