Onze vacas leiteiras são furtadas da Escola Agrícola em Itabaiana

0
Vacas foram furtadas da Escola Agrícola (Foto ilustrativa/Carlos Maurício Soares de Andrade/Embrapa)

Onze cabeças de gado foram furtadas da Escola técnica agrícola Prefeito João Alves dos Santos, que fica no Povoado Roncador, em Itabaiana (SE), na madrugada do último domingo, 6. A diretora do colégio, Maria Dilma Santos, informa que parte da alimentação dos alunos era proveniente do leite desses animais e pede ajuda a população com informações sobre o paradeiro do gado.

A descoberta do furto foi dada pelo vaqueiro ao chegar para trabalhar na manhã de domingo. Ele logo percebeu que 11 das 12 vacas não estavam no curral. Dilma Santos, que está a menos de um mês na gestão do local, foi informada e, em seguida prestou Boletim de Ocorrência acompanhada dos dois vigias da noite. “Temos dois vigilantes noturnos, mas a área da escola é muito grande e parte dela não tem cerca. Não quebraram e nem levaram mais nada, mas o prejuízo ao patrimônio da escola é em média de R$20 mil reais”, explica.

O único gado que não foi levado estava em outra área, pois havia dado cria na última sexta-feira, 4. “Ela foi separada pelo vaqueiro das outras vacas para a segurança do bezerro”, completa.

Esta não é a primeira vez que a instituição tem animais furtados, mas o prejuízo era bem inferior. A diretora disse que teve conhecimento de que já havia sumido galinha e porco em outras gestões, mas nunca uma quantidade como essa. “Eu estou muito triste, porque o leite das vacas ajudavam na alimentação dos alunos. Além do leite, fazíamos bolo, manteiga, queijo para completar as refeições”, ressalta.

Maria Dilma pede ajuda a população com informações sobre as vacas furtadas já que todas estão ferradas com as siglas ‘AP’ e podem ser descobertas facilmente. “As vacas estão bem cuidadas, são dóceis, mansas e estão identificadas”, diz.

por Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais