Professora sergipana participa de programa na Inglaterra

0
(Foto: Ascom Seed/SE)

Ganhadora do prêmio de excelência em Gestão Escolar, a professora da rede pública estadual, Maria Lenice de Lima Barreto, diretora do Colégio Djenal Tavares de Queiroz, localizado em Moita Bonita, participou do Programa Internacional de Liderança Escolar para Gestores Brasileiros, em Londres, no período de 31 de outubro a 18 de novembro do ano passado. A professora, além de participar do curso, apresentou o Projeto "Aprendizagem: Compromisso de Todos", trabalho que trata da avaliação dos alunos.

"Tenho consciência das realidades diferentes entre os dois países: Brasil e Inglaterra, principalmente em se tratando do meu estado, Sergipe, mas podemos colocar em prática o que conseguimos captar nessa importante experiência que tivemos em Londres", disse a professora.

Por ter se destacado em 2013, o Colégio Djenal Tavares conquistou o primeiro lugar do Prêmio Gestão Escolar. "Assumimos o compromisso de promover e desenvolver projetos que envolvam os alunos e melhorar a qualidade da educação", ressalta Maria Lenice. A premiação do colégio de Moita Bonita se deu em virtude da execução dos programas: "Leitura e Escrita Conectiva", "Horta Pet", "Jornal Portal Jovem", "Music Festival", "Saúde e Prevenção nas Escolas", "Educar para a Igualdade Racial", "Resgate da Cultura Local", entre outros.

Além de ter viajado para Londres, a professora da rede estadual também fez, no ano passado, um intercâmbio nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de trocar experiências sobre os projetos exitosos realizados em Sergipe. "Todos os colegas e alunos do Colégio Djenal Tavares ficaram felizes por esse reconhecimento das boas práticas de gestão escolar", afirma.

A professora Maria Lenice participou do Programa de Formação de Líderes – Gestores Educacionais no National College for Teaching and Leadership (NCTL). "Através dessa experiência fantástica foi possível adquirir um conhecimento amplo do verdadeiro papel do líder/gestor educacional e sobre o sistema educacional Inglês", relata.

A professora informou que a Constituição Britânica preconiza que a educação básica é obrigatória e gratuita para todos os alunos na faixa etária de 5 a 16 anos. "Na Inglaterra há uma matriz curricular nacional, sendo obrigatórias as disciplinas de Inglês, Matemática e Ciências. O currículo é complementado com disciplinas divididas em quatro áreas que podem ser optativas ou compulsórias, distribuídas em Línguas Estrangeiras, Artes, Humanidades, Design e Tecnologias", explicou. As escolas inglesas possuem um grande índice de autonomia. "O diretor juntamente com o Conselho Escolar têm a liberdade de gerenciar os recursos da escola, inclusive na contratação de professores e equipe", disse.

Com informações da Ascom Seed/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais