Professores cobram gestão democrática

0
A reunião ocorreu na última quarta-feira, 14 (Foto: Ascom Seed)

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese), Ângela Melo, destacou na manhã desta quinta-feira, 15, a equipe do Portal Infonet que a reunião realizada com o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, foi considerada positiva para a categoria que levou uma extensa pauta de reivindicação.

De acordo com a presidente do Sintese além do encaminhamento do projeto de gestão democrática a Assembleia Legislativa (Alese), a realização do concurso público, reformas de escolas, a ampliação da discussão sobre a avaliação de desempenho, a defesa da formação continuada dos professores, a liberação por parte da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) para os professores que farão mestrado e doutorado e a confirmação do pagamento do percentual de reajuste do piso salarial.

Ângela Melo lembra que ao tratar da avaliação de desempenho, a proposta não foi clara. Segundo a presidente do Sintese, o secretário afirmou que o contrato com nenhuma empresa para realizar o desempenho e que os formulários encaminhados as escolas têm o objetivo de provocar uma discussão. “Essa avaliação de desempenho baseado no Índice Guia, o secretário confirmou que nenhuma empresa foi contratada e os documentos não têm validade e objetivo seria somente discutir. Não temos problema em discutir a avaliação do desempenho, mas sugerimos um diálogo com os professores”, observa.

Gestão

Sobre o projeto de gestão democrática, Ângela Melo, diz que o secretário sugeriu que os professores verificassem junto a Alese se existe interesse na aprovação. Todos os pontos da reunião serão discutidos na tarde desta quinta-feira, 15, durante assembleia da categoria.

Seed

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Educação (Seed) durante o encontro, o secretário garantiu aos sindicalistas que o concurso público para professores será realizado ainda este ano e apresentou a planilha de obras de reforma das escolas que a Seed vem executando, onde já foram investidos mais de R$ 45 milhões.

Belivaldo informou ainda que a Seed pretende transformar o Instituto de Educação Rui Barbosa (Ierb) em um centro de formação continuada para os trabalhadores em educação. A realização do Fórum Estadual de Educação também entrou em pauta. Ficou acordado que o evento deverá ocorrer no mês de novembro.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais