Professores de Itabaianinha contestam retorno das aulas presenciais

0
Professores reivindicam melhores condições sanitárias e vacinação contra covid-19 da categoria (Foto: SINTESE)

Professores da rede municipal de Itabaianinha realizaram um ato na manhã desta terça-feira, 11, contra o retorno das aulas presenciais. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese), o ato começou em frente à prefeitura do município e depois percorreu as ruas da cidade, dialogando com a população sobre os motivos pelos quais os professores das escolas municipais de Itabaianinha, a exemplo de outras 73 redes municipais e a rede estadual, estão em greve contra a retomada das atividades presenciais.

De acordo com a diretora do Departamento de Bases Municipais do Sintese, Ivônia Ferreira, a vacinação contra covid-19 dos profissionais da educação é essencial para o retorno das atividades presenciais. “Não dá para retornar às aulas sem as condições sanitárias nas escolas, sem vacinação dos trabalhadores e trabalhadoras da Educação e sem um planejamento de testagem periódica dos estudantes”, afirma.

De acordo com o sindicato, o vice-presidente, professor Roberto Silva dos Santos e a professora Ivônia buscaram no prédio da prefeitura, audiência com o prefeito Danilo ou algum representante da administração, mas apesar das atividades normais estarem, foi alegado que ninguém poderia ser atendido devido ao luto em solidariedade ao passamento de um servidor público.

O ato contou com o apoio de integrantes da direção e coordenações das subsedes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese) das regiões Sul e Centro-Sul e também da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado de Sergipe (Fetam).

Aulas remotas

O Sintese informou que os professores estão comprometidos a continuarem com as aulas remotas, mas reivindicam à Prefeitura de Itabaianinha que garanta as condições para os docentes ministrarem as aulas e também o acesso dos estudantes, através da disponibilização de equipamentos e franquia de internet, às aulas remotas.

O Sintese declarou que se disponibiliza ao diálogo para que se possa encontrar alternativas para o retorno das aulas presenciais com segurança e salientou que “voltar às aulas presenciais é condenar estudantes, funcionários de escola, professores e suas famílias à morte”.

Prefeitura de Itabaianinha

A secretária de Educação de Itabaianinha se manifestou por meio de nota. Confira na íntegra:

A suspensão prolongada das aulas presenciais também tem causado males muitos grandes, principalmente às nossas crianças, aos nossos jovens e aos seus familiares, como crises de ansiedade, depressão, gravidez na adolescência, abusos sexuais e uso de drogas, trabalho infantil e suicídios, principalmente entre os mais pobres. Isso tem sido recorrente e foi, inclusive, alvo de relatório recente do UNICEF sobre o tema.

Ciente desses graves impactos sociais, a Secretaria de Educação de Itabaianinha tomou a decisão do retorno gradativo das aulas presenciais, depois de autorizado pelo Governo do Estado, ouvindo órgãos municipais e o Ministério Público, seguindo rigorosos protocolos sanitários e disponibilizando materiais de proteção individual para alunos e servidores.

Além disto, as aulas presenciais são oferecidas em sistema de rodízio, onde apenas metade dos alunos vão diariamente, resultando em número reduzido de alunos em cada sala, resultando em distanciamento social seguro, transformando os alunos que frequentam as escolas em verdadeiros soldados no combate à COVID, pois levam para suas casas e suas comunidades os aprendizados que recebem diariamente em sala de aula, ajudando muito neste enfrentamento.

Somos a favor da vacinação dos profissionais de educação e ela já vem acontecendo, de acordo com o planejamento da saúde, começando por aqueles que possuem comorbidades. No último dia 05/05, visando ampliar este trabalho, a Secretaria de Educação pediu apoio do Ministério Público para priorizar a vacinação não somente dos professores, mas de todos os envolvidos no processo educacional, e já no dia 06/05 reunimos todos os dirigentes das escolas Privadas e Públicas e pedimos que informassem as suas demandas de vacinas, para, em seguida, encaminharmos à Secretaria de Saúde.

Ciente desses graves impactos sociais, a Secretaria de Educação de Itabaianinha tomou a decisão do retorno gradativo das aulas presenciais, depois de autorizado pelo Governo do Estado, ouvindo órgãos municipais e o Ministério Público, seguindo rigorosos protocolos sanitários e disponibilizando materiais de proteção individual para alunos e servidores.

Além disto, as aulas presenciais são oferecidas em sistema de rodízio, onde apenas metade dos alunos vão diariamente, resultando em número reduzido de alunos em cada sala, resultando em distanciamento social seguro, transformando os alunos que frequentam as escolas em verdadeiros soldados no combate à COVID, pois levam para suas casas e suas comunidades os aprendizados que recebem diariamente em sala de aula, ajudando muito neste enfrentamento.

Itabaianinha mantém o respeito à vida, à verdade dos fatos e, também, ao direito à saúde mental e à aprendizagem de nossas crianças e jovens, ao continuar fazendo da Educação Pública de qualidade, através de sua comprometida equipe de profissionais, preparando os seus 7.942 alunos para um futuro melhor e servindo de inspiração para os demais municípios sergipanos.

Ressaltamos, ainda, que todas as vidas importam. Por mais que as aulas estejam remotas, os profissionais das equipes Gestoras, das equipes de apoio, a equipe da Secretaria de Educação e os motoristas, continuam, diariamente, em suas atividades PRESENCIAIS para servir à comunidade escolar e fazer funcionar o Sistema Municipal de Ensino.

 

Com informações do Sintese e da Prefeitura de Itabaianinha

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais