Professores de Macambira em greve

0

Os professores da rede municipal de Macambira estão em greve por tempo indeterminado desde o a última quinta-feira, 17. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintese) alega que o prefeito Fabiano Alves não cumpriu o que tinha acordado com a categoria. Há seis anos os professores tentam aprovar o Estatuto do Magistério no município.

Nas rodadas de negociação deste ano o prefeito teria garantido que enviaria o projeto para a Câmara de Vereadores, mas não enviou. “Os professores estão perdendo vários direitos que constam no projeto do estatuto pela simples falta de vontade política do prefeito em cumprir o que prometeu”, disse a coordenadora geral da sub-sede Agreste, Rita de Cássia Santos.

Além disso, segundo o Sintese, falta material didático, as escolas precisam de reformas, e falta prestação de contas. As escolas também não têm vigilantes, uma das conseqüências é que a escola do povoado Sobrado já foi roubada duas vezes.

Falta transparência

O Sintese enviou ofício ao Ministério da Educação afirmando que a prefeitura enviou ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a prestação de contas dos recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE), exercício 2007, utilizando de um parecer que não foi apreciado e nem aprovado pelo Conselho Municipal do Fundeb.

Com informações do Sintese

Comentários