Professores de universidades federais terão aumento em março

0

O Ministério da Educação anunciou nesta quinta-feira, 6, a nova estrutura da tabela de remuneração para os docentes das universidades federais. Os aumentos devem ocorrer em três etapas. A primeira está prevista para ocorrer em março do próximo ano; a segunda, em julho de 2009, e a última, em julho de 2010.

 

O anúncio foi feito após três meses de negociações entre os ministérios da Educação e do Planejamento e os representantes dos sindicatos e associações docentes. Entre 2008 e 2010, os professores das universidades federais (dependendo da classe, titulação e regime de trabalho) irão receber aumentos que representam ganhos salariais e reposição de perdas.

 

Os professores adjuntos com doutorado, em regime de dedicação exclusiva, poderão progredir para a classe de professor associado e obter aumento substancial. De acordo com o MEC, a remuneração, que hoje é de R$ 5,9 mil, deve chegar a R$ 7,9 mil, em 2010, um ganho de 32,3%. Para os professores titulares, com dedicação exclusiva e doutorado, que hoje recebem R$ 7,3 mil, atingirão mais de R$ 11,7 mil em 2010.

 

A previsão feita pelos ministérios é que no próximo ano sejam investidos cerca de R$ 1,7 bilhão na folha dos docentes; em 2009, o recurso será de R$ 2,4 bilhões e, em 2010, poderá chegar próximo a R$ 3 bilhões.

 

Com informações do MEC

Comentários