Professores realizam “via-crúcis” nos calçadões do Centro da capital

0

'Via-Crúcis' percorreu os calçadões do Centro da capital (Foto: Portal Infonet)

Os professores da rede Municipal de Ensino de Aracaju realizaram nesta quarta-feira, 10, uma ‘via-crúcis’ pelos calçadões do Centro da capital. O ato faz parte do calendário de protestos da greve iniciada pela categoria há 59 dias, e mais uma vez exige do prefeito da capital, Edvaldo Nogueira, o pagamento do piso salarial da categoria.

Segundo a presidente do Sindicato dos Profissionais de Ensino do Município de Aracaju (Sindipema) Vera Oliveira, a ‘via-crúcis’ desta tarde visa simbolizar a “difícil caminhada que os professores vêm trilhando na luta pelo pagamento do piso salarial”. O grupo de professores partiu da Praça General Valadão em direção à Praça Fausto Cardoso. Uma cruz foi carregada por um integrante do grupo de teatro convidado a puxar o cortejo.

Vera diz que prefeito só cumpriria a lei se piso fosse pago a todos os professores

A presidente do Sindipema disse que embora a Prefeitura venha alegando que paga o piso, isto não corresponde à realidade. “Para ele, pagar R$1.187 apenas a 52 professores é pagar o piso. A lei foi criada para valorizar o professor e não ia reduzir o valor; ele deve ser aplicado na carreira, que tem início e crescimento desde o ensino médio aos que têm doutorado. O prefeito só estaria cumprindo o piso se a revisão de 15,85% anunciada pelo governo valesse para todos”, critica a sindicalista.

O Sindipema manterá o boicote ao desfile das escolas públicas municipais previsto para o dia 28 de agosto conforme decisão da assembleia realizada na semana passada. “Não vamos atender a nenhum chamado da Secretaria [Municipal de Educação] até que o nosso direito seja garantido”, avisa Vera Oliveira.

Por Diógenes de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais