Professores só voltarão às aulas após vacinação, diz Sindipema

0
Nas escolas públicas, o retorno está previsto para o dia 22 de março (Foto: Ana Lícia Menezes/PMA)

O Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema) confirmou nesta quarta-feira, 3, que os professores da rede municipal foram orientados a retornarem para sala de aula somente após a vacinação.

De acordo com o presidente da entidade, Adelmo Menezes, embora os professores estejam no plano de vacinação, haverá uma demora até que todos possam ser imunizados antes do início do ano letivo de 2021.

“As aulas estão previstas para voltarem no dia 22 de março na rede municipal. Mas até lá acho muito difícil todos dos professores estarem vacinados. A categoria se encontra na fase 4 do plano de vacinação. E nós ainda estamos terminando a primeira fase”, salienta Adelmo Menezes, presidente do Sindipema.

Na visão do sindicalista, após o retorno às aulas os professores ficarão expostos, inevitavelmente, a focos de aglomeração. “Por isso nós tivemos o entendimento de que seria mais seguro e apropriado o retorno das aulas após a imunização da categoria”, destaca Menezes. Ainda segundo ele, as 74 escolas municipais de Aracaju não se prepararão a tempo para seguir todos os protocolos de segurança.

“Nós já estamos em fevereiro e acredito que até o dia previsto para o retorno da aulas não haverá tempo hábil para que todas as escolas se adequem ao protocolo sanitário contra à Covid-19”, avalia Adelmo. “Inclusive nós já elaboramos um novo protocolo por conta própria e enviaremos as autoridades competentes ainda essa semana”, acrescenta.

Semed

O Portal Infonet entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Segundo a pasta, os professores fazem parte do grupo prioritário e devem ser imunizados na quarta fase do Plano de Imunização elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS).

“A velocidade da vacinação depende apenas do recebimento das doses, que são distribuídas proporcionalmente de forma igualitária aos Estados, pelo Governo Federal. Para o possível retorno das aulas presenciais, previsto para o dia 22 de março, a Prefeitura de Aracaju divulgou um protocolo sanitário com as medidas de prevenção contra a infecção pelo novo coronavírus”, diz a nota.

Ainda segundo o comunicado, o documento, que norteará os estabelecimentos de ensino, foi elaborado por um comitê técnico que tomou como referência a Portaria Conjunta nº 20/2020, do Governo Federal, considerou o quadro epidemiológico local e todas estabelece as medidas institucionais e individuais que deverão ser respeitadas no ambiente escolar.

“A Secretaria Municipal da Educação frisa que vem realizando reuniões online entre sua equipe diretiva e os gestores escolares das 74 unidades de ensino municipal. Na tarde da ultima quarta-feira (27), por exemplo, a Semed reuniu sua equipe diretiva e diretores das escolas, pelo Google Meet, tendo como principais pautas a finalização do ano letivo 2020 e a preparação para o início do ano letivo de 2021. Outras reuniões sobre o início do ano letivo 2021 irão acontecer ao longo deste mês”, escreveu a Assessoria de Comunicação da Semed.

Por fim, a pasta diz que o Sindipema deverá apresentar sua pauta de reivindicações à secretária Municipal da Educação, Cecília Leite, na próxima semana.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais