Prominp: inscrição gratuita é feita até a terça, 21

0

São oferecidas 11 mil vagas no setor de petróleo e gás (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A data para os candidatos que pretendem se inscrever para um dos cursos do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) com isenção de taxa de inscrição foi prorrogada até amanhã, 21 de março.

São oferecidas mais de 11 mil vagas, para 85 ocupações voltadas para o setor de petróleo e gás natural, em 14 estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Do total de vagas oferecidas, 7.335 são para cursos de nível básico, 3.706 para cursos de nível médio e técnico e 630 para cursos de nível superior. A prova nacional será realizada em todas as localidades com oferta de vagas e está marcada para o dia 13 de maio.

Para concorrer a uma das vagas oferecidas, o candidato deve ser brasileiro e ter idade igual ou superior a 18 anos, além de preencher os pré-requisitos do curso desejado, informados no edital. Os candidatos aprovados no processo seletivo que estiverem desempregados durante o curso, receberão bolsa-auxílio no valor de R$ 300 mensais para nível básico, R$ 600 para níveis médio e técnico, e R$ 900 para nível superior.

A proposta do Prominp é oferecer cursos para melhorar a qualificação dos profissionais que serão contratados pelas empresas fornecedoras de bens e serviços para o setor de petróleo e gás. Apesar de não haver garantia de emprego, todas os cursos são planejados para que as pessoas estejam preparadas para atuarem no mercado, na quantidade, especialidades e localidades necessárias para a implantação dos projetos. Uma prova de que a iniciativa vem dando certo é que 67% dos profissionais qualificados pelo Prominp estão empregados no mercado de trabalho formal.

Podem pedir a isenção da taxa as pessoas que tiverem Número de Identificação Social (NIS) e comprovem ter renda familiar mensal de até três salários mínimos. Os pedidos devem ser feitos no momento da inscrição no processo seletivo, através deste site. Não há necessidade de envio de documentos para solicitar a isenção: basta inserir no formulário eletrônico as seguintes informações:

a) Número de Identificação Social (NIS) no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), nos termos do Decreto nº 6.135/2007; b) comprovação de que é membro de 'família de baixa renda', ou seja, que possui renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo, ou que possui renda familiar mensal de até três salários mínimos (Decreto nº 6.135/2007).

O simples preenchimento dos dados do pedido de isenção não garante que o candidato fique isento do pagamento da taxa de inscrição. As informações serão submetidas à analise da Fundação Cesgranrio, entidade responsável pela organização do processo seletivo. A relação dos que tiverem o pedido aprovado será divulgada em 3 de abril, nos sites da Cesgranrio e do Prominp. Os candidatos com pedido de isenção indeferido podem pedir revisão da decisão nos dias 3 e 4 de abril. A relação final dos candidatos com pedidos de isenção de taxa deferidos será divulgada no dia 10 de abril. A partir desta data, o pagamento da taxa se tornará condição obrigatória para que a inscrição seja aceita como válida.

Para aqueles que não atenderem os critérios de isentos, a taxa é de R$ 25,00 para candidatos a cursos de nível básico; R$ 42,00 para níveis médio e técnico, e R$ 63,00 para as categorias de nível superior. O processo seletivo do Prominp encerrará o período geral de inscrições em 12 de abril.

Fonte: Comunicação Reginal Nordeste/Petrobras

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais