Que tal uma greve dos alunos da escola pública?

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

… e por falar em greve, que tal uma greve dos alunos das escolas públicas contra a péssima qualidade do ensino? A última, realizada na França, em 1968, repercutiu no resto do mundo e quase apeia do poder o general De Gaulle, herói nacional. Falta-nos um Daniel Cohn-Bentit. Lamentavelmente, aquele estudante revolucionário, contestador, não existe mais. Adeus consciência crítica. E aí a mediocridade deita e rola.

Aliás, o porta-voz do Sintese foi de uma infelicidade atroz ao justificar a tese que o governo tem como pagar o aumento dos professores. “É só não assumir a folha de inativos e aposentados” de vários órgãos, como o Poder Judiciário, por exemplo. Só uma perguntinha básica: mesmo transferindo o pagamento dessas obrigações para o seu poder devido, de onde sai mesmo a grana?

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais