Rematrícula dos alunos da rede municipal de Aracaju encerra dia 29

0
A fase de renovação de matrícula começou em dezembro do ano passado (Foto: Sérgio Silva)

Nesta segunda-feira, 25, começa a última semana do período para a renovação da matrícula dos alunos da rede de ensino municipal de Aracaju. As mães ou responsáveis legais têm até o dia 29, data de encerramento do ano letivo 2020, para realizar a rematrícula.

Para o aluno que já está com toda a documentação na escola em dia, basta levar duas fotos 3×4 e confirmar o endereço. Para aqueles matriculados na Educação Infantil e no primeiro ano do Ensino Fundamental, deve ser levado, também, o cartão de vacina atualizado. Os que têm documentos pendentes na secretaria ou outros documentos solicitados pela escola, a recomendação é entrar em contato com a respectiva unidade e se informar sobre o que é necessário para regularizar a situação.

“Com a pandemia, muitas crianças mudaram de endereço e este é um período de atualização dos documentos daqueles que optaram por continuar na mesma escola no próximo ano letivo. Por isso a necessidade das fotos, dos dados domiciliais e de ficar atenta(o) para a necessidade de outros documentos que possam estar pendentes”, ressalta a secretária da Educação de Aracaju, Cecília Leite.

Ela pede atenção, ainda, em relação aos horários de atendimento: “cada escola está com seu próprio cronograma de horários de atendimento, com o intuito de não causar aglomerações em virtude da pandemia. Então, pedimos que se informem sobre esses horários o quanto antes. É um processo simples e rápido, não há porque deixar para a última hora”.

A fase de renovação de matrícula começou em dezembro do ano passado e é a primeira das três do processo de efetivação da matrícula do corpo discente, implementado, ainda em 2017, pela Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O objetivo é organizar e facilitar o processo de matrícula e rematrícula.

As Escolas Municipais de Educação Infantil (Emei) e de Ensino Fundamental (Emef) estão fazendo campanhas, entrando em contato com as famílias e até mesmo adaptando o horário de atendimento para adequação ao de muitas mães que trabalham em tempo integral e precisam de mais tempo.

“Além de divulgação da rematrícula nas redes sociais, nós telefonamos, enviamos mensagem e aproveitamos a presença de cada mãe ou responsável na entrega dos kits de alimentação escolar, para realizar a renovação. Temos 98 % das rematrículas realizadas, faltando apenas 3 ou 4 alunos confirmarem”, explica a diretora Kátia Siene, da Emei Dr. Fernando José Guedes Fontes, no Bairro América.

Já na Emef Carlos Teixeira, localizada no São Carlos, a equipe diretiva organizou um mutirão da rematrícula durante uma semana. “Com muita cautela e todos os cuidados necessários em relação à covid-19, nos colocamos no pátio da escola, de 11 a 15 de janeiro, com uma dinâmica especial voltada para a rematrícula. Conseguimos realizar a renovação de cerca de 60% dos alunos. Pedimos que aqueles que ainda não vieram ou não entraram em contato conosco, que o façam o quanto antes e garantam a vaga na escola”, orienta Ticianne Ramos, coordenadora administrativa da Emef.

Etapas seguintes
Passada a fase de rematrícula, inicia-se a etapa da transferência interna, a qual consiste na transferência do aluno dentro da própria rede, de uma escola para outra. “É fase de transferência interna entre alunos. Nesse caso, os pais terão um momento para solicitar essa mudança, que, inclusive, acontece via Portal da Educação”, explica a secretária.

Após a fase de transferência interna, a Semed começa a abrir vagas para alunos novos, oriundos da rede estadual ou particular de ensino, por meio da matrícula online, como nos anos anteriores, que deve estar disponível após o Carnaval.

Ano Letivo 2021
De acordo com a secretária, as aulas da rede municipal de Aracaju estão previstas para iniciar em 22 de março, conforme decreto municipal e, mesmo após o início das aulas, as matrículas remanescentes, aquelas não preenchidas ao longo do processo, continuam abertas.

Para Cecília, a matrícula online na rede municipal de ensino, implementada em 2017, tem se consolidado ano a ano com, assegurando praticidade e comodidade a toda a comunidade escolar.

Fonte: PMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais