Seduc prepara retorno às aulas remotas para assegurar cuidados

0
colhimento socioemocional, diretrizes de biosseguranças já disponibilizadas online e infraestrutura para o ensino híbrido são algumas das medidas tomadas pela Seduc. (Foto: Ascom/Seduc)

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Serviço de Projetos Escolares em Direitos Humanos (SEPEDH), vinculado ao Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), entre outros setores da Seduc, está reunindo esforços a fim de realizar o retorno das aulas remotas com acolhimento socioemocional pautado na segurança e cuidado com o outro, a partir do dia 22 de março para a comunidade escolar da Rede Pública Estadual de Educação.

A primeira etapa do acolhimento socioemocional aconteceu nesta quinta-feira,11, às 10h, e com transmissão de um webinar pelo canal do YouTube Educação Sergipe e pode ser visto no link: https://www.youtube.com/channel/UC3n580TWuleP3xRbUwxtZcA. O webinar intitulado “Acolhimento Socioemocional na Escola: Caminhos e Possibilidades”  promoveu um encontro remoto com profissionais das áreas da Saúde, Direito, Educação, Pedagogia e Psicologia, que serviu para debater e refletir as relações socioemocionais na escola, neste momento em que há um distanciamento físico e sobrecarga de efeitos físicos e mentais em decorrência da pandemia.

O concurso de redação e vídeos sob o tema “Um cuida do outro”, que acontecerá em parceria com o Ministério Público do Estado (MPSE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT), irá movimentar a zona criativa dos estudantes. Eles terão que produzir vídeos e redações que traduzam as recomendações do protocolo sanitário de retorno às atividades presenciais, com o olhar e linguagem próprios, no intuito de cultivar um ambiente escolar seguro e acolhedor no momento da retomada das aulas.

Como resultado do concurso, o MPSE e o MPT doou para a premiação um kit contendo 12 smartphones e 12 iluminadores com tripé, equipamentos que deverão ser destinados para que alunos e professores da rede estadual utilizem no projeto “Escola Mais Segura: um cuida do outro”, o primeiro concurso audiovisual e literário da rede estadual de educação que será lançado pela Seduc.

No que tange a mediação escolar, a necessidade de um ambiente harmonioso e um bom clima escolar na construção de uma cultura de paz, o SEPEDH realizou em fevereiro o webinar “Cultura de Paz no ambiente escolar”, para introduzir o tema em meio à comunidade escolar que se prepara para o retorno das aulas, e que seguirá com novas edições durante o ano letivo.

Segundo Adriane Damascena, diretora do SEPEDH, a educação tem se tornado um desafio extraordinário tanto para quem oferta, quanto para quem recebe, o que significa dizer que todos os departamentos da seduc se voltam com a atenção focada em como é possível acolher a todos e reiniciar o ano letivo em 2021. Também estão sendo ofertadas todas as diretrizes de segurança e de infraestrutura para que as escolas continuem o ensino híbrido, com disponibilidade dos pais autorizarem ou não o estudo presencial quando as escolares retornarem às aulas presenciais.

“Nesse sentido, o acolhimento deve ser feito porque as pessoas estão em isolamento a muito tempo e é preciso ficar atento que quando houver o retorno presencial os jovens e as crianças precisam ser acolhidos pela escola. Esse acolhimento está pautado nos protocolos de segurança. Para poder acolher é preciso cuidar e para cuidar é necessário seguir os protocolos de segurança, e a partir daí estabelecer práticas que sejam de seguridade e cuidado”, pontuou a diretora Adriane.

Fonte: Ascom/SEDUC

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais