SEED reúne coordenadores municipais e operadores do Bolsa Família

0
Encontro visa oportunizar a troca de experiências e boas práticas do Programa entre todos os municípios sergipanos (Foto: SEED)

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), através do Departamento de Educação (DED), promoveu na manhã desta sexta-feira, 21, a reunião bimestral com coordenadores municipais e os operadores auxiliares do Programa Bolsa Família na Educação. O encontro foi realizado no auditório Professora Hermínia Caldas, no Complexo Administrativo e Pedagógico da Educação, sede da Seed, em Aracaju.

A reunião objetivou fazer uma avaliação de como anda a frequência dos estudantes e do atendimento efetivo do Bolsa Família nas comunidades. Segundo a diretora do DED, professora Ana Lúcia Lima da Rocha Muricy Souza, as escolas informam a frequência dos estudantes beneficiários do Programa.

“Observamos que no bimestre anterior já houve um aumento do número de alunos que não estavam frequentando as escolas. Diante dessa informação, nós procuramos os gestores escolares e encaminhamos a necessidade de eles observarem e assegurarem a frequência e permanência dos alunos. Agora estamos no segundo bimestre e, quando tivermos os dados por escola, iremos encaminhar para as Diretorias Regionais de Educação a fim de tentar reverter esse quadro”, afirmou.

Boas práticas

Durante o encontro foram compartilhadas as boas práticas entre os coordenadores do Programa Bolsa Família na Educação dos municípios. Além disso, houve também palestra ministrada pela coordenadora de Prevenção da Secretaria de Segurança Pública, Abigail Maria Santos de Souza, que falou sobre o Programa Minha Comunidade Segura.

Ainda durante a reunião, a Operadora Estadual Auxiliar, Leila Santos Silva, apresentou a Análise do Acompanhamento do Resultado da Frequência Escolar dos Alunos Beneficiários do Bolsa Família (junho e julho).

De acordo com a coordenadora estadual do Programa Bolsa Família na Educação, Ruth Lisboa Dias Rosendo, esse é um momento importante para os participantes. “Essa é uma oportunidade para que eles possam, cada um, mostrar as boas práticas de cada município na área de Educação. Ao apresentar seus trabalhos, isso pode servir de estímulo e de informação para os outros coordenadores. É um momento de integração e troca de experiências entre os coordenadores dos 75 municípios sergipanos”, disse.

Fonte: SEED

Comentários